Entrevista coletiva de Luxemburgo após o jogo contra o Internacional

O técnico Vanderlei Luxemburgo detonou a arbitragem e elogiou a postura do Vasco da Gama contra o Internacional.

Vanderlei Luxemburgo em jogo contra o Internacional
Vanderlei Luxemburgo em jogo contra o Internacional (Foto: André Fabiano/Código19/Estadão Conteúdo)

A situação do Vasco no Campeonato Brasileiro está cada vez mais melancólica. O time chegou à terceira derrota seguida neste domingo ao perder para o Internacional por 2 a 0 em São Januário e se manteve na zona de rebaixamento, com 37 pontos. Após a partida, o técnico Vanderlei Luxemburgo reclamou da atuação da arbitragem e a polêmica do primeiro gol colorado.

O comandante vascaíno cobrou posicionamento do presidente da CBF, Rogério Caboclo, sobre os erros cometidos pela comissão de arbitragem ao longo do Brasileirão e revelou conversa que teve com o árbitro Flávio Rodrigues. Luxemburgo ainda disse que o Vasco pensou em não voltar para o segundo tempo, mas ficou receoso de perder mais pontos. Para ele, a situação mancha o campeonato.

– Pensamos (em não voltar pro segundo tempo), mas correríamos o risco de perder mais pontos além dos três. Se acabar a luz, tem que esperar voltar a luz. Se a linha não está funcionando, tem que esperar voltar a funcionar. Se não funcionar, para o jogo. Eles não tiveram a sensibilidade de fazer isso e foram prepotentes. O Flávio está de brincadeira em falar que vai ver em casa se está certo ou errado. O VAR está aí para poder auxiliar, isso é uma falta de respeito. Ele falou com deboche, não pode fazer isso, tem que respeitar os profissionais. Tem muitos árbitros que não jogaram bola e não conseguem entender algumas situações. Ele é um dos responsáveis pela derrota.

– Não só pelo que aconteceu hoje, mas o campeonato está manchado pela sequência de erros que aconteceram na competição. Hoje foi o pior de todos, não poderia ter o jogo, deveria ter sido adiado. Se há intenção ou não, só falo o seguinte: foram 18 erros contra o Vasco e cinco a favor. São muitos erros contra o Vasco, a equipe mais prejudicada pela arbitragem – argumentou.

Antes de Luxemburgo, o diretor executivo Alexandre Passaro comentou que a arbitragem pediu para a Vasco TV retirar uma câmera que estava à beira do gramado. O técnico lembrou a situação e disse que o jogo tem que ser anulado, pois os direitos do Vasco foram lesados em São Januário.

– Acho que cabe (anulação). O único jogo do Brasileiro que não teve essa do VAR foi esse. O que me preocupou foi eles tirarem a câmera do Vasco que está há muito tempo no mesmo lugar alegando que poderia mostrar um erro deles no jogo. É um absurdo grande. Caboclo tem que investigar – disse.

O lance polêmico aconteceu aos 9 minutos do primeiro tempo. No gol de Rodrigo Dourado para o Internacional ficou a dúvida se o jogador estaria impedido no momento da cabeçada. O árbitro Flávio Rodrigues esperou a posição do VAR, mas o programa que determina a posição das linhas na imagem não funcionou e, sem a tecnologia, o lance foi validado pela decisão de campo.

Ao analisar o jogo, Luxemburgo elogiou a postura do Vasco diante do Internacional. Com mais posse de bola e jogando no campo adversário, o técnico acredita que seu time “amassou” o Colorado na tarde deste domingo, mas não conseguiu infiltrar na área de Marcelo Lomba.

– No jogo contra o Fortaleza eu fiquei muito p…, porque perdemos de 3 a 0 e não tivemos reação, e o Fortaleza meio que passeou. Esse jogo não. O Inter se defendeu muito bem, mas o Vasco jogou de igual pra igual, amassou o Inter, jogou o Inter pra trás, e eles não tiveram possibilidades de contragolpe a não ser no final. Acho que nosso time jogou um jogo bom, equilibrado, criamos algumas situações, mas estava muito difícil a penetração.

– Faltam dois jogos, podemos chegar a 43 pontos, não acabou o campeonato. Temos que levantar a cabeça, quantas histórias existem de clubes que se livraram na última rodada tendo que contar com a ajuda de outros? Estamos chateados, preocupados, e eu peço que o Gaciba não venha com conversinha, porque todos estão vendo os erros do VAR – avaliou Luxemburgo.

Os próximos jogos do Vasco são contra o Corinthians (às 16h do próximo domingo, na Neo Química Arena) e Goiás (no dia 25 de fevereiro, às 21h30, em São Januário). O primeiro time fora do Z-4 é o Bahia, com um ponto e uma vitória a mais que o Vasco.

Entenda a situação do Vasco:

Se perder ou empatar contra o Corinthians, o time cai em caso de vitória do Bahia sobre o Fortaleza, que chegariam a 41 pontos e não poderiam mais ser alcançados. Para escapar, o Vasco precisa vencer ou empatar (em caso de tropeço do Bahia) e torcer por combinação de resultados também na última rodada, quando vai enfrentar o Goiás em casa.

Outras declarações de Luxemburgo:

Cano e o pênalti perdido

– Falei pro Cano que ele vai fazer ou vai perder. Não é a primeira vez que um jogador artilheiro perde um pênalti. A culpa da nossa posição agora não é responsabilidade dele. Errar faz parte do jogo. Outros grandes artilheiros perderam pênalti em jogos importantes. Não vou crucificar nem transferir pra ele o peso do resultado de hoje.

Mais sobre a arbitragem

– O Flávio não teria condições de apitar o jogo aqui, porque no jogo passado ele expulsou o Henrique no primeiro tempo, porque ele escorregou e o braço foi no rosto do jogador do Coritiba. Eu falei pra ele: “Você pra casa e vai ver”. Hoje ele repetiu a mesma frase no intervalo: “Quando chegar em casa eu vou ver”. É uma disputa de coisas importantes, se o Vasco cai pra segunda divisão a instituição perde dinheiro. O Caboclo (Rogério, presidente da CBF) tem uma responsabilidade muito grande, porque a comissão de arbitragem sob o comando de Gaciba vem se equivocando há tempo.

– Foram 18 erros contra o Vasco, é muito. Gaciba vem com uma série de desculpas. A coisa que chegou para melhorar a condição do futebol só trouxe problema, prejudicando muitos clubes. O VAR passou a ser o grande jogador do futebol brasileiro. O Caboclo tem que tomar uma providência com a comissão de arbitragem e ver por que tantos erros estão acontecendo. Um gol desse muda totalmente o panorama do jogo. No intervalo os jogadores estavam desestabilizados. A CBF tem que se pronunciar.

Fonte: Globo Esporte

Leia mais sobreInternacional
5 comentários
  • D. Armando10 - 15 de fevereiro de 2021

    O VAR não bateu o penalti para fora e também não ficou assistindo a linha de passes no segundo gol do inter. O vasco não está nessa situação por causa desse lance. Chega de mi mi mi
    Essa cartolagem é que está amassando a torcida do vasco.

    Responder
  • Ricardo Marques - 14 de fevereiro de 2021

    Fora Luxemburgo, mulambo safado, reserva do junior! Tem que expulsar todo o elenco covarde e traidor. Fora Salgado!
    Essa é a campanha da série C.
    Time sem vergonha! O Vasco é maior!!!

    Responder
  • Carlos Tavares De Oliveira - 14 de fevereiro de 2021

    Boa noite a todos eu falei que tem um complo armado junto aos árbitros para prejudicar o Vasco e ninguém toma uma decisão fora gaciba que temcbronca do Vasco está levando pro lado pessoal a diretoria do Vasco o jurídico já tinha que ter tomado uma providência a muito mais tempo não é de agora que a arbitragem só erra contra o Vasco eu através celugar postei uma reclamação junto a cbf mais até agora cbf não se manifestou porque eles sabem muito bem que estão errando muito contra o Vasco isto é uma vergonha

    Responder
    • D. Armando10 - 15 de fevereiro de 2021

      O time é ruim e a gestáo é péssima.

  • RODRIGO NUNES PORTO - 14 de fevereiro de 2021

    Amassado de brincadeira, esse elenco é uma comédia, Campello acabou de enterrar o Vasco

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
29 de novembro de 2021
Ira Jovem exige saída de Luiz Mello e de outros integrantes da gestão do Vasco

A torcida organizada do Vasco da Gama, Força Jovem, ainda pediu para que os sócios estatutários assinem o pedido de AGE.

Vasco é o 8º brasileiro com mais títulos internacionais, ultrapassado pelo Palmeiras

Com a conquista da Libertadores, o Palmeiras chegou a cinco títulos internacionais e ultrapassou o Vasco da Gama, que tem quatro.

Zé Ricardo e Ricardo Gomes ganham força no Vasco; Anderson Barros segue indefinido

Zé Ricardo está resolvendo pendências em seu ex-clube, Ricardo Gomes está próximo do acerto com e Anderson Barros segue incerto no Palmeiras.

Ernando agradece e se despede do Vasco

Por meio de publicação no Instagram, o zagueiro Ernando se despediu do Vasco da Gama nesta segunda-feira, após o fim da Série B.

Zé Ricardo estaria animado com possível retorno ao Vasco

O técnico Zé Ricardo, de 50 anos, estaria animado para iniciar um trabalho do zero no Vasco da Gama na temporada 2022.

Sônia Andrade lamenta fase do Vasco e questiona crias da base: ‘Irreconhecíveis’

Sônia Andrade lamentou a situação do Vasco da Gama e se mostrou admirada com o desempenho ruim das crias da Colina.

Time da Virada pede renúncia da direitoria e de conselheiros do Vasco

No Facebook, o movimento Time da Virada pediu a renúncia da diretoria do Vasco da Gama e de conselheiros do Clube.

Vasco fecha Série B com índice de rebaixado para Série C, diz Footstats

Campanha decepcionante do Vasco da Gama na Série B poderia ter sido muito pior, conforme revela o índice de classificação do Footstats.

Ernando teria sido dispensado pelo Vasco

O zagueiro Ernando está fora dos planos do Vasco da Gama para a próxima temporada, onde busca o retorno à elite do futebol nacional.

Brant critica diretoria do Vasco após derrota para o Londrina no fim da Série B

Ex-candidato à presidência do Vasco da Gama, Julio Brant, da Sempre Vasco, criticou a diretoria cruzmaltina após o fim da Série B.

Veja mais notícias