Eleição do Vasco tem carros de som, aglomeração e boca de urna em São Januário

A eleição do Vasco da Gama segue em São Januário neste sábado, com carros de som, aglomeração e boca de urna.

França Fernandes
Por França Fernandes
-  7 de novembro de 2020 às 18:26-  Atualizada em 7 de novembro de 2020 às 18:26
Chapas fazendo boca de urna em São Januário
Chapas fazendo boca de urna em São Januário (Foto: Alexandre Araújo/ UOL Esporte)
data-full-width-responsive="true"

A eleição presidencial do Vasco, que está sendo realizada hoje (7), movimentou São Januário. Nos arredores do estádio, reunião de correligionários, distribuição de material de campanha e carros de som deram o tom na rua General Almério de Moura, que dá acesso à entrada social. Além disso, há até pedidos de votos para o pleito municipal, que acontece no próximo fim de semana.

A megaloja de produtos do clube, aberta, tem boa movimentação, como a muito não se via, por causa do coronavírus.

Após a data da eleição ser confirmada apenas na noite de ontem, quando uma liminar judicial foi derrubada, as chapas começaram a se movimentar logo cedo. Ainda no começo da manhã, carros de som estacionaram e os jingles já ecoavam.

Apesar da pandemia, aglomerações e filas puderam ser vistas ao longo da manhã. Dentro do ginásio, o uso de máscaras é obrigatório, mas o distanciamento social passa longe de ser respeitado.

Há também campanha para as eleições de vereador e prefeito, que acontecem no dia 15. Candidatos com ligação com o Vasco ou com algum postulante a ser mandatário do Cruz-Maltino aproveitaram para apresentar seus números e propostas para a cidade.

Boca de urna acaba em agressão

Integrantes das chapas fazem boca de urna na saída dos sócios, e o grupo do candidato a reeleição, Alexandre Campello, foi flagrado fazendo o ato dentro do clube, algo que é proibido.

A ação gerou revolta de sócios e um integrante da chapa do presidente partiu para a agressão:

Fonte: Uol