Edmundo aponta incoerências na saída de Maxi López do Vasco

Comentarista da Fox Sports, Edmundo comentou a saída de Maxi López do Vasco da Gama, apontando que há incoerências.

Assunto do dia no Vasco, a possível saída de Maxi López pegou muita gente de surpresa nesta sexta-feira (24 de maio). Segundo o jornal Extra, o jogador teria pedido para deixar São Januário. Durante o Debate Final, o comentarista Edmundo afirmou que a decisão partiu do clube.

Segundo o ídolo do Gigante da Colina, há uma falta de coerência no assunto. De acordo com Edmundo, um atleta importante não pode ser capitão em um jogo e no outro não servir mais. Além disso, o Animal trouxe a informação de que o argentino está mais magro do quem em 2018, quando foi importante na luta do time contra o rebaixamento:

"Maxi López era capitão e titular. Passou uma semana, tendência era treinar, melhorar, ele não jogou bem (contra o Avaí). Liguei para algumas pessoas de lá, me falaram que ele está mais magro do que ano passado. Precisa perder (peso), mas está mais magro. Tem uma incoerência. Há uma falta de comando, não tem diretor, não tem vice de futebol e tem um presidente completamente perdido sem saber o que fazer". afirmou Edmundo, que completou:

"O torcedor aposta as fichas no Luxemburgo, que é muito bom técnico, tem histórico de afastar os principais jogadores. A gente deveria abrir para as pessoas falarem. Eu tenho a notícia de que o Vasco quis a rescisão amigável. Incoerência existe, falta de comando também. Total. Jogador não pode ser titular e capitão e no outro ser afastado", finalizou.

Leia mais sobre: Edmundo, Maxi López

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »