Dorival Júnior relembra início da carreira de Nenê no Santos

Além de recordar do início da carreira do craque do Vasco, Dorival fez questão de elogiá-lo e comparar com o cérebro do seu time.

As oportunidades aparecem quando as pessoas menos esperam e cabe a elas aproveitarem o momento que surgem, o camisa 10 cruzmaltino Nenê pode falar bem sobre esse tema. Segundo relato do treinador Dorival Júnior, que era auxiliar do Etti Jundiaí no lançamento do meia cruzmaltino nos profissionais, o apoiador agarrou a chance em um treino despretensioso.

- O Nenê não era titular dos juniores e numa quarta-feira fomos fazer um coletivo com os profissionais que haviam sobrado e não jogariam a noite. Para completar as equipes dos que não foram convocados, chamamos alguns jogadores dos juniores, entre eles o Nenê. Observando o treino, o treinador Luiz Carlos Ferreira pediu para tirar o Nenê, pois estaria relacionado para o jogo dos profissionais logo mais. Ele entrou na partida e fez dois gols e no confronto seguinte mais dois. Enfim...foi santos, Palmeiras, Europa e não parou mais - lembrou em entrevista para o Esporte Interativo.

Além de recordar do início da carreira do craque do Vasco, Dorival fez questão de elogiá-lo e comparar com o cérebro do seu time atual, o Santos.

- Nenê e Lucas Lima estão jogando em altíssimo nível, dois meias do futebol brasileiro que são uma raridade. O campeonato acaba, tentamos pincelar alguém, mas dificilmente conseguimos localizar, essa é a verdade - encerrou.

Nenê

Leia mais sobre: Dorival Júnior, Nenê

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »