Dorival Júnior critica postura do Vasco com um jogador a mais

Dorival Júnior reclamou bastante da postura do Vasco enquanto teve um jogador a mais do que a Ponte Preta no jogo deste domingo.

Dorival está irritado com a derrota

Dorival está irritado com a derrota

O técnico Dorival Júnior reclamou bastante da postura do Vasco enquanto teve um jogador a mais do que a Ponte Preta no jogo deste domingo, no Moisés Lucarelli. A equipe não aproveitou as oportunidades que teve quando vencia e acabou sofrendo a virada por 2 a 1, resultado que aumenta a preocupação vascaína com o rebaixamento, uma vez que o time caiu para a 18ª posição no Brasileirão.

- O Vasco está ficando mais próximo do rebaixamento, sim. O time estava com o jogo nas mãos, com todas as possibilidades de confirmar o resultado. Tivemos medo de ser felizes. Essa é a realidade nesses últimos dois meses aqui no Vasco - afirmou o treinador

O Vasco teve um jogador a mais em campo a partir dos 17 minutos do segundo tempo, quando Ferron deu uma peitada em Yotún e foi expulso. Quando a Ponte Preta já havia chegado ao empate, Nei levou o vermelho, aos 40 minutos, deixando os cruz-maltinos também com dez jogadores.

Após o fim da partida, Dorival Júnior, visivelmente irritado, demorou 45 minutos para conceder a entrevista coletiva, que foi curta em razão da pressa da delegação vascaína de seguir para o aeroporto, uma vez que o grupo volta ao Rio ainda na noite deste domingo.

Confira a íntegra da entrevista coletiva de Dorival Júnior:

Risco de rebaixamento

- O Vasco está ficando mais próximo do rebaixamento, sim. Nós estamos chutando a sorte para o lado de lá, sem conseguir confirmar quando há um bom resultado.

Pressentimento da derrota

- Às vezes você tem o sentimento do que vai acontecer. Eu estava desde os dois ou três minutos da segunda etapa gritando. A equipe voltou com uma postura diferente e pagou um preço alto. Eu alertei no vestiário no intervalo para essa condição. Avisei que não poderíamos defender um resultado com mais 45 minutos. Tínhamos que marcar a Ponte no campo deles, mas a postura foi diferente.

Jogo para esquecer?

- Tem que lembrar desse jogo para sempre. Ele tem ficar na memória e martelar a cabeça de todos por um tempo.

Vasco perdeu para ele mesmo?

- Sim. Mas não é desmerecimento à Ponte, que fez por onde. No momento em que tínhamos um jogador a mais, a Ponte estava praticamente entregue, mas o Vasco abriu mão da vitória. Não tem como explicar um fato desse. É muito difícil. É mais um resultado que não tem o que falar. Vai passar uma semana, meses, anos e não vamos entender o que aconteceu numa partida em que o Vasco abriu mão da vitória.

Falha de Alessandro

- Quando erra, erra todo mundo, e quando acerta também. Não vamos buscar culpados. Isso é sempre uma muleta. O Vasco precisa mesmo é jogar um pouco mais.

Motivação após derrota?

- Vamos ver, vamos sentir primeiro. É difícil sair de um jogo como o de quinta, quando houve uma postura completamente diferente, para essa situação.

Leia mais sobre: Vasco x Ponte Preta, Campeonato Brasileiro, Dorival Júnior

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »