Vasco conversa com líderes da Cidade de Deus para manter obras do CT

O VP de obras do Vasco da Gama, Pedro Seixas, revelou que conversou com líderes da Cidade de Deus para manter obras do CT.

As comunidades cariocas, nos últimos dias, se mostraram preocupadas com o surto de contágio do coronavírus e, na Cidade de Deus (zona oeste do Rio de Janeiro), não foi diferente. Diante disso, dirigentes do Vasco tiveram conversas com líderes comunitários para que pudessem dar prosseguimento às obras do centro de treinamento.

No bate-papo, o clube garantiu aos moradores que estava cumprindo todas as medidas de segurança individuais e coletivas, além de apontar que restringiria o número de funcionários no local.

"Estamos próximo a uma comunidade que, assim como outras, está preocupada. Famílias vivem na região, muitas em situações precárias, e essa preocupação é normal. Então, conversamos com eles, explicamos os cuidados que estamos tomando e firmamos um compromisso. Ressaltamos que vamos procurar manter um limite de efetivo para que não haja contatos mais próximos. Isso foi compreendido e conseguimos seguir", disse Pedro Seixas, vice-presidente de obras, engenharia e patrimônio do Cruz-Maltino.

O dirigente vascaíno ressalta que, apesar de a movimentação de caminhões estar passando por situação excepcional, o reflexo deve ser mínimo nas obras:

"A situação de caminhões está restrita, tem um impacto, mas que não vai influenciar muito porque, felizmente, nos pegou em um momento de encerramento dos serviços de aterro e início de execução dos campos".

Pedro Seixas salientou ainda que o Cruz-Maltino vem mantendo boas relações com os moradores locais desde o princípio do projeto.

"Também somos parte desta comunidade. O Vasco procurou adotar essa postura desde o primeiro momento. Isso também está no DNA do Vasco, sempre buscamos respeitar a comunidade. Essa conversa acontece desde o primeiro dia. Ninguém vai passar o trator. Vamos abraçar e trabalhar juntos", indicou, salientando que a construção civil não está paralisada.

Vasco mantém as obras do CT do Vasco

Apesar da diminuição do efetivo, a cúpula vascaína indica que os prazos para a obra, financiada por meio de uma vaquinha on-line entre torcedores, não devem ser estourados. O próximo passo é relacionado à infraestrutura dos campos e há uma previsão de que o local possa ser utilizado a partir do meio do ano.

Vale lembrar que, em meio à pandemia de coronavírus, os campeonatos estão paralisados e os jogadores estão treinando em casa.

O centro de treinamento do Fluminense também é localizado na Cidade de Deus, e o clube procurou também fortalecer os laços com a comunidade.

Leia mais sobre: Novo CT

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »