Desembargador nega liminar ao Vasco e mantém Maracanã com o Fla

O desembargador Mário Assis Gonçalves negou o pedido do Vasco da Gama contra a concessão do Maracanã para o Flamengo.

O desembargador relator Mário Assis Gonçalves, da 3a Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) negou, no fim da tarde desta segunda-feira, pedido liminar do Vasco contra a concessão da administração do Maracanã para o Flamengo, cedido pelo Governo do Rio de Janeiro ao Rubro-Negro no último mês. Cabe recurso ao colegiado da Câmara.

Na decisão, o magistrado chegou a dar certa razão ao Vasco, mas justificou a negativa do pedido liminar afirmando que os clubes do Rio de Janeiro também passam por uma crise financeira, que o Campeonato Brasileiro está em andamento e apenas duas instituições possuírem estádio próprio - o Cruz-Maltino e o Botafogo, que detém o Nilton Santos. Foi determinado ainda que o Estado, em dez dias, preste informações, além da solicitação da manifestação pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ).

O desembargador, negando a liminar, entendeu que evitou "maiores prejuízos não só para os clubes, mas também para a população", ressaltando que o Estado do Rio de Janeiro, também em crise financeira, não tem condição no momento de administrar o Maracanã.

O magistrado ainda elencou os argumentos do Vasco para o pedido, não prosperados, narrando o passo a passo do processo da troca da concessão do Maracanã, sem o uso de uma licitação.

Leia mais sobre: Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »