Dedé revela como virou Mito no Vasco

O zagueiro Dedé contou como virou Mito para os torcedores do Vasco da Gama quando defendia a camisa cruzmaltina.

Um zagueiro que custou R$ 14 milhões. Segundo maior reforço da história do Cruzeiro, atrás somente de Rafael Sóbis, Dedé chegou ao clube já como Mito e praticamente realizado fora dos gramados. Fã de automóveis, ele havia consumado parte de seus sonhos.

Antes da ida à Toca da Raposa II, em abril de 2013, o atleta defendeu o Vasco da Gama. Em São Januário, ele foi eleito o 63º brasileiro mais importante da história em um programa do SBT, fato que trata como brincadeira, se tornou Mito para a torcida - apelido que começou como brincadeira e virou realidade - e comprou os carros de seus sonhos.

"Com certeza gera brincadeiras das pessoas até hoje. Eu levo isso na brincadeira também. Eu não me vejo como a 63ª pessoa mais importante do país não (risos). Eu me considero importante só para as pessoas mais próximas, para a minha família e para os meus amigos", disse ao UOL Esporte.

"O apelido de Mito surgiu de bons jogos. Foi de jogos que consegui fazer e surpreender alguns torcedores que não acreditavam em mim. Foi uma brincadeira, começaram como uma ironia, mas acabou virando algo bem positivo para mim", acrescentou.

No Rio de Janeiro, o defensor de 29 anos já tinha realizado dois de seus sonhos: ter um Opala e um Porsche. O curioso é como o segundo se tornou objeto de desejo do atleta.

Leia mais sobre: Dedé

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »