São Januário lotado vira trunfo do Vasco para arrancada no 2º turno

O Vasco estreia no returno do Brasileiro contra o Athletico-PR com São Januário lotado, buscando arrancada na competição.

A mobilização da torcida, seja à procura de ingressos para os jogos em São Januário ou nas doações em dinheiro para a construção do futuro CT do clube, na Barra da Tijuca, apontou um novo horizonte para o Vasco no Campeonato Brasileiro. O salto da lanterna para a zona de classificação para a Sul-Americana cria expectativa para uma participação no returno ainda mais sólida, sem olhar para trás, a partir da estreia contra o Athletico-PR, hoje, às 16h, em São Januário, lotado.

"Jogando o Brasileiro há um tempo entendo que ele é um pouco estranho. Podemos começar a sonhar, dependendo do resultado contra o Athletico. Se conseguirmos encaixar duas ou três vitórias na virada do turno, as coisas podem mudar. Precisamos encaixar uma série positiva para almejar voos mais altos", destacou Danilo Barcellos.

Com os pés no chão, o técnico Vanderlei Luxemburgo, cinco vezes campeão brasileiro, segue fiel ao 'mantra' de garantir a permanência do Vasco na Série A. Superado o risco de rebaixamento, o treinador admite que o foco será outro, mesmo com a equipe presente na zona de classificação para a Sul-Americana.

"Foi fundamental terminar o turno com a pontuação planejada, entre 23 e 26 pontos. Ficamos nos 23, mas no segundo turno podemos pensar em alguma coisa diferente a partir do momento que a gente conquiste o direito de permanecer na Primeira Divisão", disse Luxa.

Em meio à crise financeira e polêmica na política do clube, o Vasco se fechou sob o comando de Vanderlei Luxemburgo para superar as carências no grupo. Na última quinta-feira, comissão técnica, jogadores e funcionários do departamento de futebol se reuniram na casa de Fellipe Bastos com os respectivos familiares numa animada confraternização para unir ainda mais as forças na Colina.

"Temos problemas de ordem estrutural, financeira, mas temos um grupo de trabalho unido e coeso, sem diferença entre roupeiro, faxineiro, jogadores ou técnico. Estamos todos no mesmo barco, com o mesmo propósito de ajudar o Vasco", destacou Vanderlei Luxemburgo, ao site oficial do Vasco.

Leia mais sobre: Vasco x Athletico-PR, Campeonato Brasileiro

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »