Danilo Barcelos exalta 'defesaça' e lembra lances curiosos de sua carreira

O lateral Danilo Barcelos falou sobre lance importante no clássico e lembrou outros momentos curiosos de sua carreira.

Horas depois do empate em 1 a 1 entre Vasco e Flamengo, no último sábado, o goleiro Fernando Miguel comentou uma postagem de Danilo Barcelos nas redes sociais e o agradeceu por ter evitado o gol de Rodinei. Classificou o lance como “defesaça”. E o lateral, feliz da vida, acredita que a jogada vai ficar marcada para sempre na sua vida.

- Foi um lance incrível, que vai ficar marcado na minha memória e de quem presenciou. Tem coisas que só acontecem comigo na carreira – contou, bem-humorado, em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

Os causos de Danilo são variados. Ele lembrou de outros dois que entram na sua memória afetiva: um gol na final da Copa do Nordeste pelo Sport, em 2014 – seu ano da sorte, tatuado na pele -, e um jogo especial pelo América-MG, no primeiro jogo da decisão do Campeonato Mineiro de 2016.

- Em 2014 em fiz um gol na final da Copa do Nordeste. Também me casei e fiquei sabendo do nascimento da minha filha. Em 2016, pelo América-MG, eu estava na reserva, e meu colega de quarto (Tiago Luís) passou mal e saiu com 10 minutos de jogo. Eu entrei e fiz dois gols – lembrou Danilo.

Danilo Barcelos em entrevista

No momento, porém, o mais importante foi a “defesaça” contra Rodinei. Para Danilo, o lance só aconteceu por causa da intensidade dos treinos ministrados pelo técnico Alberto Valentim.

- Vi muitas vezes o lance. A gente fez um belo jogo, no meu modo de ver. Se a gente não treinasse da maneira que a gente treina, talvez eu não conseguisse chegar naquela bola. Naquele lance eu só pensei voltar para tentar ajudar os companheiros – completou.

Leia mais sobre: Danilo Barcelos

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »