Confira a escalação do Vasco com os bons jogadores revelados na base

O Vasco da Gama seria um dos clubes mais fortes do Brasil se tivesse a escalação com jogadores que foram revelados na Colina.

E se uma lei fosse instituída devolvendo todos os jogadores profissionais ao seu clube de origem? E se nenhum clube pudesse contratar, sendo obrigado a se sustentar apenas com o elenco formado nas categorias de base? Como seria a escalação do seu time? Imaginando esse cenário, Meia fantasiou os times titulares dos quatro grandes clubes do Rio. Confira!

O Vasco seria um dos clubes mais fortes do país. Formados em São Januário, Allan, da Napoli, e Philippe Coutinho, do Barcelona, foram convocados por Tite para para a Copa América. Eles estariam ao lado de outros ídolos como Alex Teixeira e Paulinho. A lista tem o lateral Diogo Barbosa, que jogou muito pouco como profissional do Cruzmaltino, mas se destacou em outros clubes como Botafogo e Palmeiras. O goleiro Fábio, hoje no Cruzeiro, foi titular do Vasco durante anos, mas não foi formado na base.

Vasco: Alexander (Vasco); Allan (Napoli), Luan (Palmeiras), Ricardo Graça (Vasco) e Diogo Barbosa (Palmeiras); Souza (Al-Ahli), Douglas Luiz (Girona-ESP) e Philippe Coutinho (Barcelona); Alex Teixeira (Jiangsu Suning/CHI), Paulinho (Bayer Leverkusen) e Alan Kardec (Chongqing Lifan); Banco de reservas: Jordi (CSA), Marrony (Vasco), Morais (Brasiliense), Danilo (Braga-POR), Andrey (Vasco), Lucas Santos (Vasco), Thalles (Ponte Preta) e Tiago Reis (Vasco).

O Fluminense seria outro time forte. Xerém é um verdadeiro celeiro de craques mundiais como Marcelo, do Real Madrid, Fabinho, do Liverpool, e Thiago Silva, do PSG. O zagueiro, no entanto, seria dúvida: ele foi formado na base do Fluminense, mas atuou pela primeira vez como profissional em outro clube - no RS Futebol.

Fluminense: Fernando Henrique (Ceará); Fabinho (Liverpool), Marlon (Sassuolo-ITA), Thiago Silva (PSG) e Marcelo (Real Madrid) ; Wendel (Sporting), Gustavo Scarpa (Palmeiras), Diego Souza (Botafogo) e Carlos Alberto (Sem Clube); Pedro (Fluminense) e João Pedro (Fluminense). Banco de reservas: Tiago Volpi (São Paulo), Rodolfo (FC Akhmat-RUS), Kenedy (Newcastle), Marcos Paulo (Fluminense), Rafael (Lyon), Fábio (Nantes), Douglas Augusto (Bahia), Gerson (Fiorentina), Antônio Carlos (Brasiliense) e Alan (Tianjin Quanjian-CHI).

O Botafogo também não fica atrás, principalmente no setor defensivo. O lateral-direito Leonardo Moura, que defendeu o Flamengo durante dez temporadas, é cria de General Severiano. Ele concorreria com Gilberto, atualmente no Fluminense. A defesa também é farta, com opções como Igor Rabello, Emerson Santos, Dória e Lyanco.

Botafogo: Renan (Ludogorets/BUL); Dória (Santos Laguna), Igor Rabelo (Atlético-MG), Léo Moura (Grêmio) e Jonathan (Botafogo); Gabriel (Corinthians), Matheus Fernandes (Palmeiras) e Jadson (Cruzeiro); Vitinho (Flamengo) e Sassá (Cruzeiro). Banco de reservas: Júlio César (Grêmio); Gilberto (Fluminense), Lucas Zen (Portuguesa-RJ), Emerson Santos (Internacional), Almir (Brasiliense), Cidinho ( AS Béziers- FRA). Bochecha (Botafogo), Luís Henrique ( HIFK- FIN), Ribamar (Vasco).

Alan Kardec veio da base do Vasco

O Flamengo também contaria com jogadores com passagens por Seleção. O bônus do Rubro-Negro seria ter muitos jovens no elenco, como Lucas Paquetá, Vinícius Júnior e Felipe Vizeu. Vale destacar que o ex-goleiro Júlio César e o ex-zagueiro Juan não entram na lista, já que anunciaram aposentadoria. Adriano Imperador, que ainda não pendurou as chuteiras oficialmente, está na lista. Confira:

Flamengo: Paulo Victor (Grêmio); Galhardo (Grêmio), Léo Duarte (Flamengo), Samir (Udinese) e Jorge (Santos); Felipe Melo (Palmeiras), Renato Augusto( Beijing Guoan-CHI) e Lucas Paquetá (Milan); Felipe Vizeu (Grêmio) , Vínicius Jr (Real Madrid) e Adriano Imperador (Sem clube) Banco de reservas: Marcelo Lomba (Internacional), César (Flamengo), Egídio (Cruzeiro), André Bahia (Shonan Bellmare-JAP), Airton (Fluminense), Ibson (Sem Clube), Luiz Antônio (Al Shabab- ARA), Adryan (Sion-SUI) e Lincoln (Flamengo).

Leia mais sobre: Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »