Confira os números de Palmeiras e Vasco na temporada

O Vasco da Gama vive bom momento após a parada da Copa América, já o adversário Palmeiras caiu de rendimento.

Palmeiras e Vasco entram em campo neste sábado, às 17h, na Arena Palmeiras, abrindo a 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Alviverde, líder da disputa, caiu de rendimento após a Copa América. Já o time carioca, que segue perto da zona de rebaixamento, encontrou um novo ânimo na temporada com o técnico Vanderlei Luxemburgo. A equipe do Espião Estatístico mostra essas e outras curiosidades dos clubes antes do confronto.

As gangorras em 2019

Antes da Copa América, o aproveitamento do Palmeiras no ano era de 77,7% (23 vitórias, oito empates e duas derrotas). Nos cinco jogos após a disputa continental, a equipe comandada por Luiz Felipe Scolari conquistou apenas uma vitória, empatou duas vezes e perdeu outras duas, com um aproveitamento de 33,3%.

Quando Luxemburgo assumiu o Vasco, o time era lanterna do Brasileiro, com 8,3% de aproveitamento (um empate e três derrotas). Com o "pofexô" no comando, a equipe conquistou três vitórias, dois empates e duas derrotas, com um aproveitamento de 52,3%. O time ocupa a 15ª colocação no campeonato, ainda perto da zona de rebaixamento, mas com outro ânimo.

O mandante e o visitante

A equipe comandada por Felipão tem um desempenho invejável quando atua em casa. No Brasileiro, são cinco vitórias nos cinco jogos como mandante. Já o Cruz-Maltino ainda não venceu longe de São Januário no campeonato nacional, com um empate e quatro derrotas e um aproveitamento de 6,6% como visitante.

Vale destacar também que há cinco meses o Palmeiras não sofre gol como mandante. A última vez que isso aconteceu foi no dia 27 de fevereiro, na vitória por 3 a 2 sobre o Ituano, pelo Paulistão. Já a última vitória do Vasco fora de casa foi há mais de três meses, no dia 10 de abril: Avaí 0 x 1 Vasco, pela Copa do Brasil.

Jogadas aéreas

Em cinco jogos como mandante, o Palmeiras tem cinco gols marcados em jogadas pelo alto, com uma média de um gol "aéreo" por partida. E essa é uma boa arma para atacar a defesa vascaína. Em cinco partidas como visitante, o time carioca sofreu quatro gols pelo alto, com uma média de 0,8 por por jogo.

Leia mais sobre: Vasco x Palmeiras, Campeonato Brasileiro

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »