Motivos que levaram o Vasco a evitar clássico contra o Urubu em SJ

O Vasco da Gama vendeu o mando de campo do clássico contra o Flamengo pelo Brasileirão par ao estádio Mané Garrincha.

Pelo segundo ano consecutivo, o torcedor do Vasco não poderá assistir ao clássico com o Flamengo em São Januário pelo Campeonato Brasileiro. O Cruzmaltino novamente optou por vender seu mando para o estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF).

Coincidentemente, as duas partidas vendidas para a Capital Federal são após o verdadeiro caos instalado no dia 8 de julho de 2017, quando o Flamengo venceu o Vasco no estádio cruzmaltino por 1 a 0 e um confronto generalizado aconteceu entre torcedores vascaínos e a Polícia Militar, que resultou numa severa punição do STJD ao clube e na morte de David Rocha Lopes, de 26 anos, do lado de fora do local.

O Vasco, porém, em nenhum momento condicionou as vendas de mando ao episódio. Vale lembrar que a opção financeira vai ao encontro da situação ainda delicada dos cofres do clube.

A diretoria já havia vendido o mando de campo da partida contra o Corinthians, terminada em 1 a 1, pela 3ª rodada, para a Arena da Amazônia, em Manaus.

De acordo com o técnico Vanderlei Luxemburgo, o Vasco não terá mais mandos negociados até o fim do Campeonato Brasileiro.

Histórico ruim em Brasília

Parceiro comercial já frequente, o estádio Mané Garrincha não tem trazido muita sorte ao Vasco desde que foi construído para a Copa do Mundo. O Cruzmaltino atuou 12 vezes no local e só venceu uma única partida, contra o Vila Nova (GO). No restante foram sete empates e quatro derrotas.

Jogadores carregaram ambulância

No clássico com o Flamengo vendido para o Mané Garrincha ano passado, o Vasco empatou em 1 a 1 numa partida que ficou marcada por uma cena pouquíssima usual no futebol: após o volante Bruno Silva sofrer uma concussão cerebral, o atleta foi encaminhado para a ambulância do estádio, mas o veículo sofreu uma pane ainda no gramado e os jogadores de ambas as equipes precisaram empurrá-lo para que ele pegasse "no tranco".

Clássicos do Carioca foram fora por regulamento

Os outros jogos em que o Vasco foi mandante contra o Flamengo, após o episódio de julho de 2017, aconteceram pelo Campeonato Carioca. No Estadual, porém, há uma regra de que, nos clássicos, os ingressos devem ser divididos em 50% para cada lado, fato que não permite a São Januário se adequar. Por conta disso, foram realizados dois no Maracanã este ano - ambos empatados em 1 a 1 - e outro no estádio Nilton Santos, válido pelo primeiro duelo da final da competição, quando o Rubro-Negro venceu por 2 a 0.

Leia mais sobre: Campeonato Brasileiro, Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »