Winck garante que prioridade sempre foi ficar no Vasco e fala em metas

O lateral-direito Cláudio Winck disse que sempre acreditou no retorno ao elenco do Vasco da Gama e fala em alcançar metas.

Dispensado pela diretoria cruz-maltina no início da temporada ao lado do colega de posição Rafael Galhardo e do meia Bruno César, o lateral-direito Cláudio Winck foi o único do trio a ser reintegrado. A exemplo de Bruno, foi convidado a fazer um acordo e permanecer no Vasco. Dedicou-se nos treinos em horários alternativos, contratou coach e trabalhou fora do clube. Por quê? Tem convicção de que terá sucesso em São Januário.

- Por mais difícil que estivesse a situação, eu sempre acreditei no meu retorno ao grupo, continuei trabalhando forte e acreditando que iria conseguir. Estipulei metas pra mim e quero alcançá-las com a camisa do Vasco.

Abel Braga, treinador em seu ápice dentro do futebol profissional, na temporada de 2014, com a camisa do Internacional, foi um dos que pediu a permanência de Winck. Questionado se acredita que suas chances podem ser reduzidas com as saídas do comandante, não pensou dessa maneira.

- Acredito que tem muitas pessoas que me ajudaram, não só da comissão, mas da direção e no grupo de jogadores. Tenho certeza que se continuar me empenhando nos treinamentos, as oportunidades virão.

Confira outros tópicos:

Se vê ainda tendo sucesso com a camisa do Vasco?

Vejo sim. Tenho um longo caminho pela frente e espero que eu ainda possa ter muitas alegrias com esta camisa tão tradicional no futebol e na minha família.

Houve alguma oportunidade do patamar do Vasco na Série A ou financeiramente mais interessante dentro ou fora do país?

Tiveram alguns contatos de clubes do Brasil e de fora também, mas eu sempre deixei claro aos meus representantes que queria ficar. Tenho contrato com o Vasco e quero construir a minha história por aqui.

Cláudio Winck foi reintegrado no Vasco

Como tem tocado sua recuperação?

Tenho treinado de forma particular, com o auxílio de um profissional, e seguindo as orientações do clube para este período de paralisação. Precisamos estar preparados da melhor maneira possível para o recomeço da temporada. Esperamos que isso tudo passe logo e que possamos voltar às atividades no clube e nas competições deste ano. Mas pra isso, é preciso que todos estejamos seguros.

Que coisas diferentes têm feito nesta pausa? Adquiriu algum novo hábito?

Tenho treinado bastante, jogado videogame e procuro manter o contato online com meus familiares, pois me preocupo com eles e gosto de me sentir próximo, mesmo com a distância, já que eles moram no Sul.

Qual seu grande sonho para 2020?

Busco sequência na equipe e a oportunidade de poder colaborar com o Vasco pra que possamos conquistar nossos objetivos na temporada. Meu grande sonho é que a gente chegue ao final de 2020 como um grupo vitorioso.

Que recado manda aos vascaínos?

Neste momento eu peço que cada vascaíno possa ajudar a nossa sociedade fazendo a sua parte e cuidando dos seus para que juntos nós possamos comemorar dentro de São Januário muitos triunfos do Vasco que ainda virão.

Veja no vídeo

Leia mais sobre: Cláudio Winck

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »