Vetado! Maracanã não terá mudança no nome em homenagem ao Rei Pelé

Uma das casas do Vasco da Gama, o estádio Maracanã poderia receber em seu nome uma homenagem ao Rei Pelé, o que foi vetado.

Avatar
Por Willams Meneses
-  8 de abril de 2021 às 15:36-  Atualizada em 8 de abril de 2021 às 15:40
Torcida do Vasco no Maracanã
Torcida do Vasco no Maracanã
data-full-width-responsive="true"

Na manhã desta quinta-feira (08), o governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, publicou no Diário Oficial o vetou à mudança de nome do Maracanã.

O estádio deixaria de se chamar estádio Jornalista Mário Filho, passando para Estádio Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé, uma homenagem ao maior jogador de todos os tempos.

A discussão já vinha de um bom tempo, e o Projeto de Lei para a mudança foi aprovado na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) no dia 9 de março, só que ainda era necessário ser sancionado pelo Governo do Estado, o que não aconteceu.

O assunto gerou debates calorosos nas redes sociais, muitos criticando a possível mudança. A repercussão negativa foi o que causou o recuou, motivada também pela discussão diante do momento em que o grande foco é o agravamento da pandemia no Estado.

Diante desse cenário, a Alerj resolveu solicitar o veto ao governador. Um dos autores do projeto, o deputado André Ceciliano (PT), que também é o presidente da casa, explicou, em sessão, que tomou a decisão em recuar para não deixar seus pares com a imagem negativa por causa das críticas à proposta.

Na sequência, o deputado lembrou que eles, em nenhum momento, deixou de votar ações relacionadas à pandemia, e que viu “muita paixão, clubismo e bairrismo” na discussão. As informação são do site Globo Esporte.

Maracanã na mira do Vasco

Com uma longa história com o Maracanã, o Vasco está se preparando para voltar de vez ao estádio. Na última terça-feira (06), o presidente Jorge Salgado se reuniu com Cláudio Castro e oficializou o interesse do Clube em participar da próxima licitação da praça esportiva.

O contrato atual da concessão do estádio em conjunto para Flamengo e Fluminense se encerra no dia 30 deste mês, e cabe ao Governo do Estado abrir o processo de licitação, o que ainda não tem prazo. Como o Maracanã envolve um alto custo, o Gigante está disposto a geri-lo com os dois rivais.

O interesse do Vasco acontece muito devido à reforma de São Januário, inicialmente prevista para começar ainda no segundo semestre deste ano, encerrando em agosto de 2023. Com isso, o Maracanã passaria a ser a grande opção vascaína para mandar suas partidas enquanto a Colina Histórica está em obras.

Leia Mais Sobre