Clássico é cercado de expectativas sobre ataques de Vasco e Fluminense

O Vasco da Gama conta com os retornos da dupla Germán Cano e Benítez, já o Fluminense terá a volta de Fred.

França Fernandes
Por França Fernandes
-  12 de dezembro de 2020 às 11:46-  Atualizada em 12 de dezembro de 2020 às 13:45
Cano e Benítes comemorando gol contra o Athletico-PR
Cano e Benítes comemorando gol contra o Athletico-PR (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
data-full-width-responsive="true"

O clássico carioca deste domingo é cercado de expectativa em torno de jogadores. Pelo lado do Vasco, a presença de Benítez e Cano juntos é um sopro de esperança em meio à turbulência da zona de rebaixamento. No Fluminense, Fred está de volta. O centroavante cruz-maltino deve ser titular, após diagnóstico de Covid-19. Por sua vez, o ídolo tricolor pode ser importante, mesmo se começar no banco e entrar no segundo tempo, como na partida do primeiro turno deste Campeonato Brasileiro. Na ocasião, ele fez um gol contra o time de São Januário.

A última vitória de Benítez e Cano juntos foi sobre o Sport. Não por coincidência foi também a última vez que o Cruz-Maltino saiu de campo com três pontos conquistados. Desde então, primeiro o meia e depois o atacante contraíram o novo coronavírus. Em seis partidas neste período, três empates e três derrotas.

No Fluminense, os holofotes podem estar voltados para a troca de Odair Hellmann por Marcão no comando técnico, mas o novo treinador terá o retorno de Fred, que está fora de combate há quase um mês. No dia 14 de novembro, o camisa 9 sofreu uma torção no tornozelo direito no aquecimento para o confronto com o Palmeiras. Diante do Vasco, ele pode repetir a dose após marcar o primeiro gol dele nesta segunda passagem pelo Flu – aquela partida, no Maracanã, terminou com vitória tricolor por 2 a 1.

Nas duas passagens pelo clube das Laranjeiras, Fred tem sete gols marcados contra o Vasco. O rival é a terceira maior vítima do atacante pelo Tricolor, atrás de Botafogo e Palmeiras. Por outras equipes por onde passou, porém, o centroavante não teve tanto êxito: somente um gol marcado, pelo Atlético-MG, em 2017. No total: 23 confrontos com quatro vitórias de Fred, oito empates e 11 triunfos do Vasco.

Benítez é um solitário criador vascaíno que ainda tenta reencontrar a melhor forma – mesmo atualmente, sem ser brilhante, ele se faz fundamental. Já Cano tem números de dominação no time de São Januário. O LANCE! destrinchou, esta semana, a dependência que o Vasco tem do centroavante argentino.

Com 16 jogos nesta temporada, Fred ainda não conseguiu ter a tão sonhada sequência no Flu. Ora atrapalhado por lesões, ora pela Covid-19, o jogador teve o maior número de jogos consecutivos em outubro e entrou em campo pela última vez em 8 de novembro, contra o Grêmio.

Mais que uma luta, a guerra do Vasco é contra a zona de rebaixamento. Para escapar da quarta queda no Campeonato Brasileiro, ter Benítez em forma enquanto o contrato dele não acaba é importante. Ter Cano presente é quase que garantir um gol a cada dois jogos.

Relembrando o bom resultado em agosto, o Tricolor irá em busca de um feito inédito na história do Brasileirão desde que a competição é disputada por pontos corridos: vencer o Cruz-Maltino nos dois turnos.

Na briga por uma vaga na Libertadores, conquistar os três pontos pode significar ao Fluminense terminar a 25ª rodada no G4. Superar o Vasco neste domingo transformará em verdade o que ainda não ocorreu: desde que o campeonato é disputado por pontos corridos, jamais o Tricolor ganhou do Cruz-Maltino as duas partidas.

Fonte: Lancenet

Leia Mais Sobre