Clássico de hoje terá jogadores desconhecidos, mas com rivalidade acirrada

O clássico entre Vasco e Flamengo desta quarta-feira será de jovens jogadores da base, que já conhecem a rivalidade dos clubes.

Muitos dos jovens que estarão em campo no Flamengo e Vasco de hoje (22), às 21h, no Maracanã, pela segunda rodada da Taça Guanabara, ainda são desconhecidos do grande público. Porém, quem acompanha a base dos times sabe que o duelo de logo mais colocará frente a frente equipes que têm se acostumado a disputar títulos no sub-20, com uma rivalidade precocemente acirrada.

De 2017 para cá, todas as finais do Estadual da categoria foram decididas pelo Rubro-Negro e o Cruzmaltino, envolvendo em sua maioria jogadores que foram relacionados para o clássico agora pelo profissional.

O Flamengo foi campeão em 2018 e 2019. O Vasco, em 2017. No ano passado a Taça Guanabara foi para a Gávea e a Taça Rio, para São Januário. Os rubro-negros ainda se sagraram campeões da Taça Octávio Pinto Guimarães (OPG) sobre o rival.

Da escalação do segundo jogo da final do Carioca sub-20 do ano passado, por exemplo, deverão estar em campo hoje os rubro-negros Matheuzinho, Luiz Henrique, Yuri César, Rodrigo Muniz e Wendel; e os vascaínos Cayo Tenório, Ulisses, Riquelme e Vinícius. O zagueiro cruzmaltino Miranda, que provavelmente jogará logo mais, não esteve em campo naquela decisão por estar suspenso, mas se fez presente nas demais partidas.

Técnico do sub-20 do Flamengo, mas que tem sido interino enquanto Jorge Jesus não assume o comando, Maurício Souza acredita que o Vasco será mais ofensivo do que foi o Macaé, que segurou um empate em 0 a 0 na estreia das equipes na competição: "Creio que o Vasco saia mais para jogar do que o Macaé, mas é jogo a jogo. A gente tem nossa maneira de jogar, vai depender muito de como o Vasco vai se comportar para que a gente também saiba como se comportar".

Já o técnico Abel Braga, pelo lado do Vasco, ainda mantém certo mistério, embora já tenha confirmado que utilizará garotos e que não colocará os mesmos jogadores que empataram em 0 a 0 com o Bangu no último domingo (19).

Uma das novidades deverá ser o goleiro Jordi, que, embora tenha sido revelado na base vascaína, é de uma geração mais velha do que a maioria dos jogadores que estarão em campo.

"Por mais que os mais experientes sejam mais rodados, a gente aprende com os mais novos também. É uma galera boa, com comprometimento diferente. São meninos com muita responsabilidade e com dedicação nos treinos. Eu vi anos atrás garotos subindo achando que estavam fixos no profissional e não ficaram. Essa nova safra é diferente. Eles se dedicam e aceitam as cobranças", elogiou o goleiro, que foi destaque ano passado atuando por empréstimo no CSA.

Final do sub-20 com polêmica racial

No banco de reservas do Flamengo estará o goleiro Hugo Souza, que na final do Campeonato Carioca sub-20 do ano passado acusou torcedores do Vasco de terem feito gritos racistas contra ele. Posteriormente, um vascaíno, em entrevista ao UOL Esporte, alegou ter sido a pessoa acusada pelo atleta de ter proferido as ofensas e as negou. O Cruzmaltino também emitiu uma nota oficial onde fez ponderações. O caso não foi registrado na delegacia e a súmula não confirmou a injúria.

Curiosamente, pouco tempo depois foi a vez de o zagueiro cruzmaltino Miranda —que provavelmente será titular hoje— acusar situação semelhante. Seu caso, porém, aconteceu na Copa RS e foi contra o Independiente (ARG). O atleta, por sua vez, fez um boletim de ocorrência.

Leia mais sobre: Vasco x Flamengo, Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »