CBF reclama após Campello pedir ajuda a clubes em reunião

A CBF reclamou junto a alguns clubes, após o presidente do Vasco da Gama, Alexandre Campello, pedir ajuda durante reunião.

Pressionada pela opinião pública e pelos próprios clubes a entrar com ajuda financeira ao sistema do futebol durante a crise provocada pelo coronavírus, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) reagiu e entrou em contato com alguns dirigentes com um recado: que "se contenham" nos pedidos via imprensa para que a entidade entre com dinheiro como forma de ajuda.

Contando com o secretário geral Walter Feldman como interlocutor, a CBF ligou para dirigentes de clubes que têm sugerido publicamente que a entidade banque despesas nesse período, especialmente em clubes menores. A De Primeira apurou que os contatos ocorreram logo após a última reunião entre a CBF e o Conselho Nacional de Clubes (CNC). Recentemente, a CBF anunciou receita recorde em 2019, com R$ 957 milhões de entrada. Um novo encontro, virtual, está previsto para hoje (31).

Na reunião em questão, clubes como Vasco, Coritiba, Juventude e Brasil de Pelotas questionaram a confederação sobre como ela poderia ajudar com aportes. Quem puxou a discussão foi o presidente do Vasco da Gama, Alexandre Campello, que também é o atual presidente da comissão de clubes dentro da CBF. "Os clubes estão numa situação de um certo desespero, especialmente os menores", contou Campello, "E com a perspectiva grande de diminuição de receita, sem arrecadar bilheteria, patrocinadores. E na reunião eu levantei essa possibilidade, pra entender se a CBF poderia contribuir."

Alexandre Campello

Leia mais sobre: Alexandre Campello

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »