Castan lamenta tragédia no Ninho do Urubu e revela conversa com Werley

O zagueiro do Vasco da Gama, Leandro Castan, não escondeu a tristeza pela tragédia, e falou sobre a situação de Werley.

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira (11), em São Januário, o zagueiro do Vasco da Gama, Leandro Castan, lamentou a tragédia que ocorreu na última sexta-feira (08) no Ninho do Urubu, no centro de treinamento do Flamengo, que acabou deixando dez mortos e três feridos.

"Morei com muitos moleques na base. Eram garotos cheios de sonhos e lamento muito. Fico muito triste e minhas orações vão para a família nesse momento difícil", disse o zagueiro.

Leandro Castan ainda revelou que teve uma conversa com Werley, que perdeu o primo Pablo Henrique na tragédia. O zagueiro ainda comentou sobre a sua relação com o companheiro de posição, que conhece desde os tempos de base no Atlético-MG, e as chances dele encarar o Resende nesta quarta-feira (13), pela seimfinal da Taça Guanabara.

"Conversei com ele agora. Acho que isso (jogar quarta) é individual de cada um e ele precisa decidir. Fizemos categoria de base no mesmo time (Atlético-MG). Nosso quarto era um de frente para o outro.Tivemos juntos na adolescência. É uma situação complicada. Werley é um cara sensacional, uma pessoa espetacular e vamos dar muita força para ele. O Brasil inteiro sentiu isso. Primeira coisa que falei é que vamos jogar pelo primo dele", contou Castan.

Depois de ser liberado pelo Vasco nos últimos dias para tratar do enterro do primo, Werley retornou ao Rio de Janeiro na manhã desta segunda-feira (11), e já treinou com o grupo em São Januário. De volta, a expectativa é de que o zagueiro esteja à disposição para encarar o Resende no Maracanã.

Leia mais sobre: Werley, Notícias Exclusivas, Leandro Castan

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »