Castan lamenta morte e destaca importância de Maradona para o futebol mundial

O zagueiro do Vasco da Gama, Leandro Castan, lamentou a morte de Maradona e destacou a importância do ídolo para o futebol.

Avatar
Por França Fernandes
-  27 de novembro de 2020 às 01:08-  Atualizada em 27 de novembro de 2020 às 01:08
Leandro Castan conversando com os colegas (Foto: Staff Images / CONMEBOL)

Em solo argentino, na noite da última quinta-feira (26/11), o Vasco saiu na frente do Defensa y Justicia, mas acabou sofrendo o empate na reta final da partida. Embora o resultado positivo não tenha vindo, o zagueiro Leandro Castan afirmou que o Almirante retorna ao Rio de Janeiro mais confiante após a conquista de uma vantagem para a partida de volta.

– Penso que partidas de Sul-Americana são sempre difíceis, especialmente fora de casa O Defensa, depois que fizemos 1 a 0, veio com tudo para cima em busca do resultado. Achei até que faríamos o 2 a 0 porque eles vieram realmente com tudo. Não veio a vitória, infelizmentr, mas estamos levando um resultado positivo para casa. Apesar disso, não tem facilidade, no Rio será muito difícil também – afirmou o camisa 5, acrescentando logo em seguida.

– A nossa maior dificuldade foi principalmente quando eles trocaram a formação. Pensávamos que viriam com uma linha de cinco. No intervalo, o mister conseguiu corrigir erros, fizemos o gol, mas dificuldades num campeonato como esses sempre temos. O gol do Cano foi importante, o gol fora de casa vale dois. Há muita coisa pela frente, mas levamos um resultado positivo – complementou Castan.

A partida entre Vasco e Defensa y Justicia foi a primeira em solo argentino após o falecimento do grande craque Diego Armando Maradona. Ao comentar o tema, Leandro Castan destacou a importância da lenda para o futebol mundial.

– Foi uma notícia que deixou a gente muito triste. O Maradona era um ídolo mundial, um craque, gênio. Com certeza é uma perda de todos. Nós deixamos um abraço pra família, para todo o povo argentino e para que Deus possa confortar o coração de todos – concluiu o capitão.

Fonte: Site Oficial do Vasco