Castan e Ricardo Graça voltam a jogar juntos; veja números das zagas do Vasco

A dupla Ricardo Graça e Leandro Castan foi a mais utilizada na zaga do Vasco da Gama no Campeonato Brasileiro.

Leandro Castan e Ricardo Graça
Leandro Castan e Ricardo Graça

Vanderlei Luxemburgo retornou ao Vasco elencando, dentre as ações para manter o time na Série A, a necessidade de melhorar a defesa. À época, conseguiu fazer com que o time ficasse sem vazar nos dois primeiros compromissos (Atlético-GO e Botafogo).

Foi uma melhora efêmera, porém. Aos poucos, o treinador enfrentou os mesmos problemas dos antecessores Ramon Menezes e Ricardo Sá Pinto. A volta à zona de rebaixamento ocorreu, dentre diferentes motivos, pela fragilidade defensiva.

Não à toa o time teve 12 diferentes formações na zaga (duplas ou trios) em 35 rodadas (veja os números completos abaixo, um levantamento do Espião Estatístico do ge). Nas duas últimas, a equipe sofreu gol – foi goleada em sete no campeonato como um todo, a última diante do Fortaleza. Para enfrentar o Internacional, domingo, Ricardo Graça e Leandro Castan, a composição mais usada, estará de volta.

A intensa mudança no setor é o reflexo de um Vasco cheio de dúvidas e com poucas certezas na temporada. A falta de convicção também ocorreu, por exemplo, com o companheiro de Cano.

De qualquer forma, Ricardo Graça e Leandro Castan só tem aproveitamento menos pior do que duas formações. Estas, porém, atuaram em apenas duas rodadas, o que pode indicar algo circunstancial.

– Se tivéssemos poder reação, em uma situação diferente, nós não estaríamos brigando nessas posições, né? Então é uma coisa que está caracterizada e temos que entender que estamos na parte de baixo da tabela. Se tomar um gol, fica difícil. Então, há uma série de coisas que sabemos que existem e que não queremos ficar tratando elas na parte externa, porque não traz benefício nenhum – analisou o técnico após o jogo de quarta-feira.

As 12 formações da zaga vascaína no Brasileiro

Ricardo e Leandro Castan

8 jogos (4v, 1e, 3d)

  • 54,1% de aproveitamento
  • 12 gols marcados pelo time
  • 12 gols sofridos pelo time
  • 3 jogos sem sofrer gols

Marcelo Alves e Miranda

4 jogos (1v, 1e, 2d)

  • 33,3% de aproveitamento
  • 4 gols marcados pelo time
  • 5 gols sofridos pelo time
  • 1 jogo sem sofrer gols

Leandro Castan e Miranda

4 jogos (1e, 3d)

  • 8,3% de aproveitamento
  • 3 gols marcados pelo time
  • 7 gols sofridos pelo time
  • 0 jogos sem sofrer gols

Leandro Castan e Werley

5 jogos (1v, 1e, 3d)

  • 26,6% de aproveitamento
  • 4 gols marcados pelo time
  • 8 gols sofridos pelo time
  • 2 jogos sem sofrer gols

Ricardo e Miranda

1 jogo (1e)

  • 33,3% de aproveitamento
  • 1 gols marcados pelo time
  • 1 gols sofridos pelo time
  • 0 jogos sem sofrer gols

Jadson e Leandro Castan

2 jogos (1v, 1e)

  • 66,6% de aproveitamento
  • 2 gols marcados pelo time
  • 1 gol sofrido pelo time
  • 1 jogo sem sofrer gols

Marcelo Alves e Leandro Castan

3 jogos (1v, 1e, 1d)

  • 44,4% de aproveitamento
  • 3 gols marcados pelo time
  • 5 gols sofridos pelo time
  • 1 jogo sem sofrer gols

Marcelo Alves e Ricardo

2 jogos (1e, 1d)

  • 16,6% de aproveitamento
  • 1 gol marcado pelo time
  • 3 gols sofridos pelo time
  • 0 jogos sem sofrer gols

Leandro Castan, Ricardo e Miranda

2 jogos (2d)

  • 0% de aproveitamento
  • 1 gol marcado pelo time
  • 5 gols sofridos pelo time
  • 0 jogos sem sofrer gols

Werley, Ricardo e Marcelo Alves

2 jogos (1v, 1e)

  • 66,6% de aproveitamento
  • 2 gols marcados pelo time
  • 0 gols sofridos pelo time
  • 2 jogos sem sofrer gols

Miranda, Ricardo e Jadson

1 jogo (1e)

  • 33,3% de aproveitamento
  • 1 gol marcado pelo time
  • 1 gol sofrido pelo time
  • 0 jogos sem sofrer gols

Miranda, Marcelo Alves e Leandro Castan

1 jogo

  • 1d
  • 0% de aproveitamento
  • 0 gols marcados pelo time
  • 4 gols sofridos pelo time
  • 0 jogos sem sofrer gols

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário ainda.
Deixe sua opinião

Últimas notícias
19 de maio de 2021
Justiça nega nova limitar e mantém decisão que obriga Vasco a reintegrar funcionários

Justiça rejeita efeito suspensivo do Vasco da Gama e mantém reintegração de 186 funcionários demitidos pelo Clube.

18 de maio de 2021
Venda de Talles Magno é a segunda maior da história do Vasco em reais

Transferência do atacante Talles Magno para o futebol dos Estados Unidos é a segunda maior da história do Vasco da Gama em reais

União cobra dívida de R$ 6 milhões do Vasco

União cobra o Vasco da Gama por dívidas de R$ 6 milhões com 100 funcionários do clube demitidos no ano de 2008.

Vasco contrata Emerson Urso para o Sub-20: ‘Muito feliz e motivado’

O Vasco da Gama contratou o atacante Emerson Urso por empréstimo do São Caetano até dezembro, podendo comprá-lo em seguida.

Gabriel Pec destaca decisão da Taça Rio e revela sonho pelo Vasco

O meia-atacante do Vasco da Gama, Gabriel Pec, se mostrou focado para conquistar a Taça Rio pelo Cruzmaltino.

Vasco economizará R$ 3,5 milhões com a saída de Carlinhos

O Vasco da Gama está negociando a rescisão de contrato com o meio-campista Carlinhos, o que renderá uma boa economia a longa prazo.

Vasco compra MT com contrato válido até dezembro de 2024

O Vasco da Gama anunciou a compra do meio-campista MT junto ao Volta Redonda, e o novo contrato, agora em definitivo, é válido até 2024.

Juninho Pernambucano justifica interesse do Lyon em Henrique

Diretor de futebol do Lyon, Juninho Pernambucano justificou o interesse do clube no lateral-esquerdo Henrique, revelado pelo Vasco da Gama.

Vasco acerta venda de Talles Magno ao New York City; saiba os valores

O Vasco da Gama ainda manterá cerca de 10% do atacante Talles Magno, e a venda inicialmente vai render R$ 42 milhões.

Sub-20: assista aos melhores momentos de Vasco x Boavista pela Taça Guanabara

Assista aos melhores momentos da vitória do Vasco da Gama Sub-20 por 6×0 sobre o Boavista pela Taça Guanabara 2021.

Veja mais notícias