Campello ironiza promessas de Leven e diz: ‘O Vasco está virando chacota’

O presidente do Vasco da Gama, Alexandre Campello, acredita criar tais expectativas é uma covardia com a massa vascaína.

Avatar
Por Willams Meneses
-  24 de novembro de 2020 às 12:58-  Atualizada em 24 de novembro de 2020 às 13:00
Alexandre Campello durante entrevista coletiva
Alexandre Campello durante entrevista coletiva (Foto: Marcelo Baltar)
data-full-width-responsive="true"

Na semana passada, o presidente do Vasco da Gama, Alexandre Campello, concedeu entrevista coletiva, em São Januário, com o intuito de falar sobre alguns pontos sobre o impasse na eleição, que está na Justiça, e o processo de transição.

Depois da entrevista coletiva, o mandatário vascaíno conversou com os jornalista Lucas Pedrosa, da TV Bandeirantes, e Wellington Campos, da Rádio Tupi, sobre outro tema: Leven Siano. Ele foi questionado sobre as promessas do presidenciável em relação ao futebol do Vasco.

Alexandre Campello disse que é ‘covardia’ criar expectativa na torcida por grandes reforços, não acreditando que irá se concretizar questionando sobre a origem dos recursos. O presidente ainda disse que o Vasco está sendo motivo de chacota por causa das promessas, o que não pega bem para a imagem do Clube.

– É uma covardia com o vascaíno criar essa expectativa. O Alex Teixeira mora no meu condomínio, não gosto de falar de números, mas ele sozinho ganha mais que todo o elenco do Vasco. Então como é que você vai trazê-lo? Com que recursos? Eu acho isso uma irresponsabilidade, muito ruim porque cria uma expectativa no torcedor que a gente sabe que não vai acontecer. Isso é péssimo para o Clube. É péssimo para a imagem. Aliás, o Vasco está virando chacota por conta dessas bravatas, dessas declarações bombásticas, e tudo o que o Vasco não precisa no momento é virar chacota.

Na sequência, o presidente respondeu sobre a promessas de folha salarial de R$ 23,5 milhões já em 2021:

– Não sei se riu ou choro (risos). É um verdadeiro absurdo, mais um motivo para o Vasco estar virando chacota. Uma promessa dessa. quem é do meio esportivo fica rindo, as pessoas começam a rir. Chegam para gente fazendo chacota de fato. Não há a menor condição de, da noite para o dia, colocar esses recursos aqui e pagar uma folha de 23 milhões. Isso não acontece da noite para o dia. Óbvio que se o Vasco continua progredindo, avançando nas transformações, vamos chegar ao momento que podemos ter uma folha expressiva, não sei se de 23 milhões, não sei qual é o tamanho da folha dos outros clubes no Brasil, mas acho que nessa faixa aí, se tiver, só o rival. Não vejo outro. Mas que não conseguiu da noite para o dia. Isso é mais ou menos você dizer que não tem o que almoçar e de noite comer camarão.

Ainda não existe uma definição sobre a eleição do Vasco. De um lado está Leven Siano, da chapa Somamos, que venceu na votação do dia 7, sendo que, de outro, aparece Jorge Salgado, que levou a melhor no dia 14. Em meio à polêmica, Alexandre Campello tem deixado claro que só iniciará a transição após uma decisão da Justiça.