Campello contra-ataca apresentadores do Troca: 'Não vi vocês de máscara'

Alexandre Campello, presidente do Vasco da Gama, discutiu com os apresentadores do Troca de Passes sobre uso de máscaras.

O presidente do Vasco da Gama, Alexandre Campello, foi o convidado do programa Troca de Passes, do SporTV, na noite da última quarta-feira (20), e a entrevista teve momentos de tensão.

A pauta foi a reunião do vascaíno com os presidentes Jair Bolsonaro e Rodolfo Landim, que aconteceu em Brasília. No almoço, os integrantes aparecem sem máscaras ou qualquer outro protocolo de segurança para evitar o contágio do Coronavírus.

Questionado sobre o assunto, Campello partiu pra ofensiva contra os apresentadores Rodrigo Rodrigue e Ana Thaís Matos, que fazem o programa sem usarem máscara. 

- Não vi vocês de máscara também. Por que vocês não estão de máscara?

Os aprentadores explicaram a ausência do equipamento: - O Troca de Passes é o único programa do canal que está sendo feito no estúdio, seguindo todos estes protocolos.

Alexandre Campello no Troca de Passes

O blog UOL Esporte Vê TV transcreveu a discussão, que foi encerrada quando o comentarista Carlos Eduardo Lino mudou de assunto.

Apresentadores - O Troca de Passes é o único programa do canal que está sendo feito no estúdio, seguindo todos estes protocolos: distanciamento, máscara, álcool em gel - a gente só tira a máscara para entrar no ar.

Campello - Não vi vocês de máscara também.

Apresentadores - Mas estamos no estúdio. No telejornalismo, usam máscaras os repórteres de rua.

Campello -Eu conheço o estúdio. É um ambiente fechado.

Apresentadores - Mas estamos com distanciamento, tomando as medidas.

Campello - Por que vocês não estão de máscara.

Apresentadores - Porque estamos no ar. Nenhum programa jornalístico tem o uso de máscara. Só os repórteres. E o jornalismo é considerado atividade essencial.

Apresentadores - Assim como os caixas de supermercado - e os jogadores de futebol, não.

Campello - Assim como o jogador vai estar trabalhando também e podendo manter o distanciamento. E em um espaço aberto.

Apresentadores - Por que vocês não fizeram a reunião com o presidente por vídeo-chamada? Ele tem feito várias reuniões assim.

Campello - Eu não faço a agenda do presidente.

No final do programa, o apresentador Rodrigo Rodrigues deu o seguinte esclarecimento sobre os questionamentos de Alexandre Campello.

A Globo tem protocolos para dar segurança aos funcionários.

As redações estão praticamente vazias, nem vamos à redação, vamos direto ao estúdio que é desinfectado com regularidade. O programa é feito com o mínimo de pessoas. Na porta da redação, para quem entra, tem caixa com máscaras e álcool em gel para os funcionários. A maioria dos programas feitos de casa. A bancada, geralmente, com três pessoas, agora tem duas. A gente só não usa máscara no estúdio.

Qualquer outro jornalista na rua está de máscara. Isso foi mudando aos poucos, no início o protocolo era não usar a máscara, só quem estivesse com sintomas. Agora todos usam. Antes a equipe inteira usava, o repórter não. De uns dez dias para cá, está usando. Agora, no estúdio, eu, até hoje, não vi uma emissora de TV no mundo com os âncoras ou comentaristas com máscaras.

Então, só para deixar claro, nas redações, nas ruas, em todos os ambientes da emissora estão todos de máscaras, mantendo distanciamento, banhados de álcool em gel, com número reduzido de pessoas trabalhando.

Para finalizar, o nosso beijo a todos os caixas de supermercados, de farmácia, enfermeiros, que estão na linha de frente em serviços realmente essenciais, arriscando a vida para que a gente, que tem que ficar em casa, ter o mínimo de conforto e segurança.

Em entrevista ao jornalista Mauro Cesar Pereira ontem, Alexandre Campello não deu detalhes do assunto discutido com Jair Bolsonaro. O Mandatário garantiu que está discutindo com as autoridades uma maneira de voltar com segurança às atividades.

Leia mais sobre: Alexandre Campello, Notícias Exclusivas

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »