Campello diz que não pedirá punição para árbitro de Vasco x Grêmio

O presidente do Vasco, Alexandre Campello, disse que não pedirá afastamento do árbitro por erro na derrota para o Grêmio.

Em entrevista ao canal Atenção, Vascaínos!, o presidente do Vasco da Gama, Alexandre Campello, contou que não irá entrar com pedido de afastamento do árbitro Rodolpho Toski Marques, que apitou a partida contra o Grêmio.

O presidente se justificou dizendo que o árbitro não teve interferência, que sequer marcaria a falta de Rossi na origem do que seria o segundo gol do Vasco, sendo que foi uma iniciativa do VAR que o chamou para revisar a jogada no vídeo, onde depois viu uma irregularidade.

“Não porque eu entendo que o árbitro não teve esse tipo de interferência, foi um movimento do próprio VAR. Por ele não teria dado a falta, e foi só a partir da revisão do vídeo que aí então a falta foi assinalada. Não acho que a gente deva pleitear o afastamento do árbitro”, disse o presidente.

Com a anulação do gol de Yago Pikachu, o Vasco deixou de conseguir o segundo gol que encaminharia uma grande vitória contra o Grêmio. Pouco tempo depois, inclusive, o Tricolor Gaúcho empatou a partida e, com o apoio de sua torcida, ainda conseguiu e vencer o jogo por 2x1.

Leia mais sobre: Alexandre Campello, Notícias Exclusivas

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »