Campello coloca Maracanã como opção durante reforma de São Januário, mas não descarta outras opções

O presidente do Vasco da Gama, Alexandre Campello, tem interesse no Maracanã principalmente para jogos de grande apelo de público.

Campello em live dos 122 anos do Vasco
Campello em live dos 122 anos do Vasco (Foto: Divulgação)

Durante a live de aniversário dos 120 do Vasco da Gama, o presidente Alexandre Campello anunciou o encaminhamento de uma parceria com a empresa WTorre para a reforma de São Januário.

O projeto é o mesmo apresentado ainda em 2018, mas está sujeito a pequenas alterações. Para que seja tocado, o Vasco busca investidores, o que ainda não obteve sucesso, mas o futuro de tudo isso depende da eleição.

A reforma está prevista para começar no segundo semestre de 2021, com conclusão em agosto de 2023. Seriam cerca de dois anos sem a Colina Histórica, o que abre a dúvida sobre onde o Vasco jogará nesse período.

Sobre esse assunto, Alexandre Campello respondeu em entrevista ao site Globo Esporte. O comandante vascaíno contou que tem a vontade que o Vasco jogue no Maracanã, citando que se trata de um estádio público, principalmente para jogos grandes, mas que pode buscar outras alternativas.

– Acho que deve ir para o Maracanã. Para mim, o estádio é do estado. A gente terá de construir soluções. Elas existem, então, temos de ver a melhor. Se o jogo é de grande público, o melhor palco é o Maracanã. Caso contrário, se busca outras. O Maracanã precisa de taxa de ocupação alta, caso contrário ele é deficitário. Vamos buscar a melhor solução. O fato é que onde for o vascaíno vai.

O custo estimado da reforma de São Januário é de R$ 275 milhões, sendo que o Vasco cederá o direito de uso do estádio por tempo determinado, mas a Colina Histórica não será dada como garantia. Seria uma parceria quase nos mesmos moldes de como funciona entre Palmeiras e WTorre no Allianz Parque.

Nenhum comentário ainda.
Deixe sua opinião

Últimas notícias
18 de janeiro de 2022
Nenê retoma a 10 após 4 anos; relembre quem usou o número após a saída do meia

Entre 2018 e 2021, camisa 10 do Vasco da Gama foi utilizada por Evander, Bruno César, Benítez e Morato; destes, apenas o argentino fez jus.

Zé Ricardo ganha protagonismo no futebol do Vasco, que segue busca por um camisa 9

Treinador participa ativamente das decisões do departamento de futebol do Vasco da Gama, que ainda tenta a contratação de um centroavante.

Renovação de contrato de Miranda com o Vasco é considerada bem encaminhada

Zagueiro está suspenso por doping desde setembro e vem treinando em separado; Vasco da Gama vê no atleta um ”ativo” e deseja renovar.

Figueiredo lamenta eliminação na Copinha e revela: ‘Meu último jogo no Sub-20’

Centroavante, que será integrado aos profissionais, agradeceu ao elenco e à comissão técnica do Vasco da Gama na Copinha pela campanha.

17 de janeiro de 2022
Lucão acerta com o Bragantino; Vasco manterá parte dos direitos econômicos

Goleiro fecha por 5 anos com o time paulista; Vasco da Gama não deve receber nada pela transferência, mas manterá percentual econômico.

Caio Eduardo recebe proposta do NK Lokomotiva Zagreb, da Croácia

Jogador, que atua como volante e lateral-esquerdo, está afastado pelo Vasco da Gama devido a imbróglio por renovação contratual.

Assista aos melhores momentos de São Paulo 4 x 2 Vasco pelas oitavas da Copinha

O Vasco da Gama perdeu por 4×2 para o São Paulo nesta segunda (17) e foi eliminado da edição 2022 da Copinha.

Vasco perde por 4 x 2 para o São Paulo e se despede da Copinha

Mesmo com pressão no fim do jogo, o Vasco da Gama não conseguiu superar o São Paulo e está eliminado da Copinha 2022.

Vasco teria iniciado conversas pelo centroavante Getúlio, ex-Avaí

Pertencente ao Tombense, jogador atuou as duas últimas temporadas pelo Avaí, clube que o revelou; Vasco da Gama quer um centroavante.

Orçamento do Vasco para 2022 é aprovado pelo Conselho Deliberativo

Aprovação teve 113 votos favoráveis e 6 contrários; superávit do Vasco da Gama passou de R$ 33,8 milhões para R$ 57 milhões.

Veja mais notícias