Campello diz que clubes não são contra o clube-empresa e critica afobação

O presidente do Vasco da Gama, Alexandre Campello, diz que alguns clubes têm interesse de se transformar em clube-empresa.

Representantes de mais de 20 clubes se reuniram nesta sexta-feira, na sede da CBF, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. O presidente do Vasco e da Comissão Nacional de Clubes, Alexandre Campello, acredita que o tema tem sido encarado de "maneira afobada".

- Queríamos afirmar de maneira categórica que os clubes não são contra o clube-empresa. Existem alguns clubes que têm interesse em se transformar, mas há um consenso que está sendo feito de maneira afobada, sem tratar de maneira mais responsável alguns pontos que são vitais.

O mandatário vascaíno busca uma igualdade para os clubes que viriam a se tornar empresa em relação aos que continuariam como associações civis sem fins lucrativos.

- Os clubes não aceitam que na formação do clube-empresa os clubes que são S/A percam qualquer direito e que se criar vantagens, benefícios, para o clube empresa, que seja estendido para o que são associação. Esperamos que esse diálogo seja maior, que se discuta mais amplamente questões jurídicas, trabalhistas e tudo mais, para que não saia uma lei e que os clubes fiquem prejudicados.

Alexandre Campello busca uma conversa maior com o deputado Pedro Paulo, autor do projeto, e com Rodrigo Maia, presidente da câmara.

- Entrei em contato com o Pedro Paulo e queremos encontrar, queremos que ele e o Rodrigo fossem até a CBF ou qualquer outro lugar, para discutir de maneira mais incisiva.

Leia mais sobre: Alexandre Campello

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »