Caminho que pode levar o Vasco à Libertadores passa pelo Urubu

O Vasco da Gama sonha com vaga para a Libertadores de 2020 e para que isso aconteça, precisa torcer para alguns adversários.

A três jogos do fim do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o Vasco já se permite sonhar com algo mais do que apenas se garantir na Série A de 2020. A melhora de desempenho da equipe com Vanderlei Luxemburgo e a ascensão técnica da revelação Talles Magno pesam para que o torcedor mais otimista mire até uma vaga na Libertadores do ano que vem. Mas não adianta: para o desejo se concretizar, será preciso torcer para alguns adversários, incluindo ninguém menos que o Flamengo.

Explica-se: as seis vagas para a Libertadores do ano que vem podem se transformar em sete se o campeão da competição continental seja brasileiro e termine o Brasileirão entre os seis primeiros colocados. Neste cenário, quem tem mais chances de cumprir os requisitos é o arquirrival.

O time da Gávea chegou à semifinal da Libertadores, onde enfrentará o Grêmio. O problema é que a equipe gaúcha está mal colocada na Série A - é apenas o 12° colocado - e o pior: não dá sinais de que possa priorizar a competição de pontos corridos, ainda mais se avançar no torneio sul-americano. Já o Flamengo, não: é líder do Campeonato Brasileiro e seu alto investimento o obriga a tentar o título nas duas competições.

Pesa contra o Grêmio na matemática vascaína ainda o fato de estar também na semifinal da Copa do Brasil. A competição também pode baixar o sarrafo da Libertadores no Brasileirão caso seu campeão termine entre os seis primeiros colocados. Quem tem mais chances atualmente de fazer isso é o Internacional, sétimo colocado e menos dividido que o Grêmio, uma vez que foi eliminado na Libertadores.

Caso Flamengo e Internacional sejam campeões da Libertadores e da Copa do Brasil, respectivamente, o G6 tem boas chances de se transformar em G8. Para completar, ainda pode virar G9 por causa da Sul-Americana. Neste cenário, vale a torcida dos vascaínos para o Corinthians. O time enfrenta o Fluminense por uma vaga na semifinal da competição. Entre os brasileiros na disputa - o Atlético-MG também está Sul-Americana -, os paulistas estão em melhor colocação na Série A. A equipe é a quinta colocada e o histórico no Brasileiro de pontos corridos sob o comando de Fábio Carille indica que é quem tem mais chances de seguir no topo.

Se a torcida vascaína der certo, a distância da equipe hoje para uma vaga na tão sonhada Libertadores de 2020 será de três pontos, com mais 22 rodadas pela frente.

Leia mais sobre: Libertadores

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »