Bruno Maia fala sobre patrocínios e patch da Libertadores

O vice-presidente de marketing do Vasco da Gama, Bruno Maia, conta detalhes sobre patrocínios e patch da Libertadores.

Em entrevista ao jornalista Joel Silva, da Rede Mais Esportes, o vice-presidente de Marketing do Vasco da Gama, falou sobre a procura por patrocínios e investidores para o Clube, além de comentar brevemente sobre a busca por reconhecimento da Conmebol pelo bicampeonato da Libertadores.

Bruno Maia diz que a busca por patrocinadores continua, mas que não possui muita coisa a dizer em relação a isso. Segundo ele, existe a preocupação em não banalizar a marca Vasco, pois muitas empresas querem oferecer valores não compatíveis com a grandeza do Clube.

"Sobre patrocínios não tem muita coisa para adiantar. Estamos em conversas com muitas empresas, mas não obtivemos respostas ainda. Temos uma preocupação em não banalizar a camisa do Vasco. Tem muita gente querendo entrar na camisa com valores que não são compatíveis", disse o VP.

Ele revela que a questão pensada não é somente voltada ao patrocínio, é também uma relação comercial, para dar segurança de retorno para quem for investir no Vasco. Bruno Maia frisa que vale e vai valer apena fazer investimento no Gigante da Colina.

"Não é só a camisa, tem outros diversos meios e formatos para criar um programa, não só de patrocínio, mas também de uma relação comercial, para quem for investir no clube, tenha retorno. Investir no Vasco vale a pena e vai valer a pena”, explicou Bruno Maia.

Por fim, o vice-presidente de marketing falou sobre o pedido enviado à Conmebol, pedindo o reconhecimento pelo bicampeonato da Libertadores (1948-1998), e com isso, poder utilizar o patch na camisa referente à conquista de dois títulos da Competição Continental.

“O patch de duas conquistas da Libertadores não passou tanto pelo marketing e sim pela presidência, mas a gente endossou porque o título de 48 faz parte da nossa história. Até o momento não obtivemos resposta e estamos no aguardo. Apesar de tudo, somos bicampeões da América", concluiu o VP.

Resumindo, a nova gestão do Vasco segue em busca de patrocínio e investidores visando mais lucros para o Clube, mas em pouco tempo de trabalho, ainda não obteve êxito. No caso do bicampeonato da Libertadores, é um assunto que divide opiniões na torcida, mas o fato é que está em processo, com o pedido enviado à Conmebol, e o patch referente às duas conquistas, pode estampar a camisa do Cruzmaltino em breve.

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »