Breno volta a sentir incômodo no joelho e não tem prazo para retorno

O zagueiro do Vasco da Gama, Breno, ainda convive com dores no joelho e segue sem previsão para retornar aos gramados.

A longa espera do torcedor vascaíno para ver Breno em ação novamente parece não ter fim. A nove rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, a volta do zagueiro ainda é uma incógnita. Clinicamente recuperado de uma delicada cirurgia de reconstituição do ligamento colateral lateral do joelho esquerdo, Breno ainda convive com dores e não tem prazo para voltar aos gramados.

A última vez que o defensor vestiu a camisa do Vasco foi dia 9 de agosto de 2018, contra a LDU, pela Copa Sul-Americana. Blindado pela diretoria, Breno é preparado com cautela desde o início da temporada, com sessões de fisioterapia e trabalhos físicos personalizados. Em evolução, foi liberado para os treinos com o grupo em julho, voltou a ser relacionado em agosto e alimentou a própria esperança e a do torcedor de ficar totalmente à disposição a partir de setembro.

A previsão, no entanto, não se confirmou. Ao voltar a se queixar das dores, o zagueiro teve a carga diminuída, reiniciou o trabalho de transição e, portanto, perdeu a chance de recomeçar após as lesões de Henríquez e Werley, que abriram espaço no concorrido setor. Hoje, Breno não tem lesão alguma diagnosticada, mas convive com um crônico problema no joelho operado.

Breno segue sem data para retorno

Com contrato válido até o fim de 2020, Breno foi submetido a quatro intervenções cirúrgicas desde novembro de 2017, quando sofreu uma lesão no menisco do joelho esquerdo. Com o apoio da diretoria, do departamento médicos e do grupo não se poupou em nas sessões integrais de fisioterapia e treinos físicos, mas depende da recuperação total para realizar o sonho de voltar.

Leia mais sobre: Breno

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »