Brant explica como 'disputa de balanços' atrapalha investimento para o Vasco

O conselheiro do Vasco, Julio Brant, explicou como a questão dos balanços atrapalha a chegada de investimento ao Clube.

Em entrevista ao ‘Resenha 37’, o conselheiro do Vasco da Gama e líder do grupo ‘Sempre Vasco’, Julio Brant, comentou a ‘disputa’ em relação às contas do ano passado, que envolve o balanço de Alexandre Campello, publicado em abril, e o outro feito recentemente por Eurico Miranda.

Julio Brant acredita que a omissão de Alexandre Campello, na tentativa de conseguir apoio político no Clube, fez com que Eurico Miranda conduzisse a situação, elaborando o seu próprio balanço de 2017, ele que era o presidente administrativo na época.

“Isso é responsabilidade 100% do Campello. A diretoria administrativa é quem apresenta as contas, o Conselho Fiscal aprecia as contas e faz um parecer e o submete ao Conselho Deliberativo. É assim que funciona. Mas quando o Campello se omite por razões políticos, para conseguir uma base de apoio, ele deixa Eurico conduzir o assunto, o que fez de forma arbitrária, contrária ao estatuto e que produziu uma bizarrice”, disse o conselheiro.

Perguntado sobre o investimento estrangeiro, Julio Brant explicou, usando um exemplo prático, como essa situação que criou um impasse nas contas do Clube está atrapalhando no prosseguimento das conversas para a chegada do dinheiro aos cofres do Gigante da Colina.

“Vamos levar para o cotidiano: imagina que você está sem dinheiro no mês, aí você vai pedir dinheiro emprestado e a pessoa te fala assim: ‘Cara, para eu te pagar preciso ter a garantia de que você vai devolver, eu preciso dele de volta, então me mostra como você está’. Aí você chega com umas contas e a sua mulher chega com outra. Ele fala: ‘Espere aí, a sua mulher diz que está devendo cinco mil e você apenas 100 reais, tem alguma coisa errada, cara. Discute com sua mulher e depois a gente conversa, pois eu vou precisar desse dinheiro’. Quer dizer, como é que você pede um investidor se não tiver no mínimo, suas contas em dia”, explicou Brant.

A questão envolvendo as contas do ano passado será discutida no Conselho Deliberativo do Vasco nesta quinta-feira (08), para escolher qual balanço será analisado. Em seguida, depois da decisão, as contas de 2017 serão votadas pelos conselheiros.

Leia mais sobre: Eurico Miranda, Alexandre Campello, Notícias Exclusivas, Julio Brant

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »