Campeonato Brasileiro - 34ª Rodada São Januário
Vasco 0
X
4 Botafogo

Botafogo goleia e praticamente decreta permanência do Vasco na Série B

O Botafogo goleou o Vasco da Gama por 4x0 e decretou a permanência do Gigante da Colina na Série B do Brasileiro.

MT durante o jogo contra o Botafogo
MT durante o jogo contra o Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

O contraste entre Vasco e Botafogo se materializou no clássico deste domingo, pela 34ª rodada da Série B. O Fogão está perto do acesso à Série A, enquanto o Gigante da Colina vê o inferno de jogar a Segunda Divisão em 2022 ser cada vez mais real. O time visitante fez 4 a 0 no rival, em São Januário, pulou para a liderança e afundou os mandantes de vez.

Agora, o Botafogo conta os dias para sacramentar o acesso, enquanto o Vasco precisa de um milagre, cada vez mais improvável, nas quatro últimas rodadas da Série B. O Fogão aproveitou a instabilidade do rival e não perdoou: no contra-ataque, abriu o placar e viu o Cruzmaltino sentir o gol. A partir daí, foi soberano em campo e fez 3 a 0 logo no primeiro tempo.

O Vasco amargou a terceira derrota seguida na competição. O drama de continuar na segundona é cada vez mais real – distância para o G4, no momento, é de oito pontos. Entretanto, pode pular para dez se o CRB vencer a Ponte Preta, neste domingo, em Campinas. O Gigante da Colina é apenas o nono colocado, com 47 pontos.

Já o Botafogo está em contagem regressiva para voltar à elite nacional: o acesso está cada vez mais perto. Inclusive, pode pensar em outro objetivo: ser campeão. O Fogão pulou para 62 pontos, agora na liderança, com um ponto de vantagem sobre o Coritiba, segundo colocado. O clube carioca tem oito pontos a mais do que o quinto colocado.

Na próxima rodada, o Vasco recebe o Vitória, na quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), em São Januário. Já o Botafogo visita a Ponte Preta, na quinta-feira, às 19h00, no Moisés Lucarelli.

O jogo

Sem Riquelme, suspenso, Fernando Diniz optou por Léo Matos na lateral direita e passou Zeca para a esquerda. Outra mudança do Vasco foi a entrada de MT no meio de campo, no lugar de Andrey. Já o Botafogo foi com Luís Oyama na vaga do suspenso Barreto, com Marco Antônio substituindo o lesionado Chay e com Carlinhos na lateral esquerda.

O Vasco tomou a iniciativa do clássico. Aos nove, MT acionou Cano. O artilheiro girou e soltou a bomba da entrada da área, mas Diego Loureiro espalmou. No escanteio, Ricardo Graça ganhou pelo alto e obrigou o goleiro rival a trabalhar de novo. Assim como aconteceu na derrota para o Guarani, o Gigante da Colina levou gol após um escanteio a favor.

Aos 11, o Botafogo encaixou contra-ataque pela direita e Marco Antônio apareceu livre na área para completar cruzamento de Warley: 1 a 0. A torcida do Vasco logo demonstrou impaciência e hostilizou Morato.

O Vasco sentiu o golpe e o Botafogo não perdoou. Aos 19 minutos, após cruzamento da esquerda de Diego Gonçalves, Rafael Navarro completou e fez 2 a 0. Foi o 13º gol dele na Série B.

A situação do Vasco piorou aos 25 minutos. Léo Matos recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. O Gigante da Colina tentava pressionar o Botafogo, mas se desorganizava ainda mais defensivamente. Aos 35, Oyama acionou Marco Antônio. Livre, ele carregou a bola até Lucão, enganou o goleiro e fez 3 a 0. Depois, Pedro Castro quase ampliou após cobrança de falta.

A torcida do Vasco protestou no fim do primeiro tempo, com gritos de “time sem-vergonha”. Houve confusão na arquibancada, com torcedores batendo no vidro de proteção. Uma torcedora invadiu o gramado e foi contida pela polícia.

Diniz fez duas mudanças no intervalo e tentou dar mais solidez ao time. Ele colocou Walber e Andrey – saíram MT e Morato. A torcida do Botafogo gritava “olé” para a troca de passes do time e comemorou mais um gol. Aos oito minutos, após cobrança de escanteio, Pedro Castro aparou e Diego Gonçalves completou 4 a 0. A arbitragem chegou a anular o gol, por orientação do VAR, mas voltou atrás e validou o lance.

O Vasco não teve mais forças. O jeito foi lutar para não sofrer mais gols e evitar uma goleada ainda pior. A dura realidade aponta para mais um ano na Série B. Já o Botafogo está cada vez mais perto do acesso. A Série A é logo ali.

FICHA TÉCNICA

VASCO 0 X 4 BOTAFOGO

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 07/11/2021, domingo
Horário: 16h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Vinicius Furlan (SP)
Cartões amarelos: Ricardo Graça e Andrey (Vasco) e Pedro Castro (Botafogo)
Cartão vermelho: Léo Matos (Vasco)

GOLS:
Botafogo: Marco Antônio, aos 11′ e aos 35′ do 1ºT, Rafael Navarro, aos 19′ do 1ºT, e Diego Gonçalves, aos 8′ do 2ºT

VASCO: Lucão; Léo Matos, Ricardo Graça, Leandro Castán e Zeca; Bruno Gomes, MT (Andrey), Marquinhos Gabriel e Nenê; Morato (Walber) e Cano (Gabriel Pec). Técnico: Fernando Diniz.

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Daniel Borges (Ronald), Joel Carli, Kanu e Carlinhos; Luís Oyama, Pedro Castro e Marco Antônio (Matheus Frizzo); Warley (Rafael), Diego Gonçalves (Luiz Henrique) e Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Enderson Moreira.

Fonte: Gazeta Esportiva

Leia mais sobreBotafogoSérie B
9 comentários
  • Waldionor Monteiro Silva - 7 de novembro de 2021

    Eu já sabia que esse ano o Vasco ia passar o maior vexame da sua história, erraram na formação do time 2° divisão é diferente tem que ter jogadores cascudos, formaram um time muito fraco o meio de campo com Bruno Gomes, Andrey e Marquinhos Gabriel vai tomar pelo menos dois gols por jogo, os caras não sabem sair jogando entregam para o adversário fácil fácil olham os gols tomados se tou falando besteira, hoje o primeiro gol o Botafogo tomou a bola puchou contra ataque pelo lado foram 4 toques de jogadores diferentes os volantes nem os zagueiros chegaram muitos fracos, o Vasco laçou foi o boi com esse time era pra ter caído pra terceira divisão.

    Responder
  • Manoel - 7 de novembro de 2021

    É lamentável essa situação do VASCO.
    É hora de arrumar a casa.
    Fora Já:
    Alexandre Pássaro, Fernando Diniz,
    Castan, Léo Matos, Zeca, Vanderlei, Marquinhos Gabriel, Rômulo, Morato, Léo Jabá, e outros.
    É hora de colocar essa garotada que está no banco e não joga em atividade. Vai na base e tem mais jogadores.

    Responder
  • Vermelho - 7 de novembro de 2021

    Tava na cara que esse time ñ ia subir..clube falido e agora tb pqueno fudeu de vês parceiro!! Agora é só esperar fechar as portas da rataria..😡🤣🤣🤣

    Responder
  • Vicente Otávio da Fonseca - 7 de novembro de 2021

    Que vergonha, mas melhor assim.Com este time na série A iria ser o lanterna desde a primeira rodada. Não culpo o técnico e, sim, a ausência de uma verdadeira diretoria, incluindo o presidente sargardo! Alexandre Pássaro? kkkk!
    Cuidado, se mantiver este timeco, pinta a série D em 2022!

    Responder
  • Carlos lomba - 7 de novembro de 2021

    Time sem vergonha, a torcida do vasco tem que exigir a saida de todos diretores do vasco, por incompetencia e destruiçao do vasco. Todos os jogadores do atual vaco, que sumam para bem longe. So livro a cara do Nenen.

    Responder
    • Vascaíno sincero - 7 de novembro de 2021

      Tem que reformular o elenco inteiro e mandar embora todos do elenco, com exceção do Riquelme e Nenê.
      Até essa porcaria de Cano que a torcida medíocre ama, não faz nada em campo e é pipoqueiro.

      Traz um time de jogadores de segunda divisão e destaques do Campeonato Carioca.

      O mal do Vasco é ser orgulhoso, o Botafogo engoliu o orgulho e pegou destaques do Campeonato Carioca e hoje estão brigando pelo título. E o Vasco só não vai cair para a Série C pq Série B é várzea.

  • Carlos lomba - 7 de novembro de 2021

    Merece ficar na serie B, nao tem time nem para serie B. E um bando de merda, so livro a cara do Nenen. A diretoria do vasco tem que se demitir por incompetência

    Responder
  • Marcos Batista Nascimento - 7 de novembro de 2021

    Essa política suja , esses beneméritos de rapina estão destruindo a nossa história. Vergonha . Basta!

    Responder
  • Fatima - 7 de novembro de 2021

    O que já era provável.! Se alguém cogitou o contrário, é porque aceita a ilusão.
    De todos que atuaram nesse vexame de hoje, exceto, o goleiro, Nenê, Ricardo Graça, e Cano, o restante deve pedir pra sair. Assim como o treinador, e o dito presidente. Peçam pra sair, para que o Vasco volte a ser Vasco.
    Pôr onde anda o Rossi? Alí sim há vontade e futebol.

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
30 de novembro de 2021
Roberto Monteiro critica pedido de constituição de clube-empresa

Ex-presidente do CD do Vasco da Gama, Roberto Monteiro disparou contra a possibilidade do futebol do Clube ser gerido por uma empresa.

Decisões centralizadas de Salgado provocam desconforto em parte de base aliada

Postura do presidente Jorge Salgado na condução do futebol do Vasco da Gama vem sendo criticada até por membros da base aliada.

Ex-presidente do Vasco, Campello diz que não vê nenhum nome capaz de unir o Clube

Em entrevista ao Blog do jornalista Ricardo Gonzales, Alexandre Campello se mostrou pessimista quanto ao futuro do Vasco da Gama.

Oposição do Vasco se mobiliza pela saída de Jorge Salgado

Número necessário de assinaturas para convocação de Assembleia Geral Extraordinária vem aumentando nos corredores de São Januário.

‘Juntos vamos conduzir o Vasco ao seu devido lugar’, afirma Nenê

Um dos pouquíssimos destaques do Vasco da Gama em 2021, meia diz ainda que ”vestir a camisa do Vasco da Gama é uma honra”.

‘O Vasco não precisa ter seu futebol vendido’, critica Leven sobre possível SAF

Via redes sociais, Leven Siano se manifestou contrariamente à possível transformação do futebol do Vasco da Gama em clube-empresa.

29 de novembro de 2021
Em vídeo com torcedor, Salgado revela que Zé Ricardo e Ricardo Gomes devem chegar

Respondendo informalmente a um torcedor do Vasco da Gama, presidente Jorge Salgado confirma negociações por Zé Ricardo e Ricardo Gomes.

Marquinhos Gabriel lamenta temporada mas afirma que Vasco ‘voltará ao seu lugar’

Meia diz ainda que faltaram detalhes ao Vasco da Gama e que ”carregar a Cruz de Malta é a principal motivação para quem está no Clube”.

Salgado e outros dirigentes comentam possível constituição da SAF no Vasco; assista

Falaram sobre o pedido para que o futebol do Vasco da Gama vire empresa o 2º VP geral, Duque Estrada, e o presidente do CD, Carlos Fonseca.

Veja comparativo das campanhas do Vasco nas Séries B de 2009, 2014, 2016 e 2021

O Vasco da Gama realizou uma campanha muito inferior em 2021 comparado com 2009, 2014 e 2016, quando retornou à Série A.

Veja mais notícias