Bismark tenta patrocinador japonês para bancar vinda de Nagatomo ao Vasco

O ex-jogador Bismark afirmou que busca um patrocinador japonês para bancar a vinda do Yuto Nagatomo ao Vasco da Gama.

O ​Vasco está acertando a contratação do argentino Martin Benitez e segue no mercado para tentar viabilizar mais reforços para o elenco do técnico Abel Braga. Nos últimos dias, muitos nomes foram especulados na mira do clube, que não ultrapassa bom momento financeiro e trabalha com cautela, buscando minimizar os erros de avaliação antes de ir ao mercado da bola.

Nesta semana, um convite do colombiano Fredy Guarín ao japonês Yuto Nagatomo mobilizou os torcedores cruz-maltinos nas redes sociais, com uma 'invasão' ao perfil do lateral-esquerdo de 33 anos. O Gigante da Colina não confirma oficialmente que tem interesse no jogador por conta do alto valor que seria envolvido em uma possível tratativa. Atualmente no Galatasaray, da Turquia, o defensor tem um salário anual de 2,8 milhões de euros (cerca de R$ 13,3 milhões).

Apesar do valor ser considerado alto, o clube pode contar com o apoio de um ídolo da torcida. O ex-meio-campista Bismarck, que defendeu o clube entre 1987 e 1993 e teve longa passagem pelo futebol do Japão, foi o responsável por entrar em contato com o empresário de Nagatomo e, em um​ vídeo publicado pelo canal "Atenção, Vascaínos", revelou sua busca por uma patrocinador para tentar bancar a chegada do lateral a São Januário.

"Com essa onda do Botafogo trazendo o Honda, eu tive a ideia de tentar um jogador para a lateral esquerda do Vasco chamado Nagatomo, que está no Galatasaray. Contactei o empresário dele, que se chama Roberto, através de um empresário com o qual já levei jogadores para o Japão, e para minha surpresa, o Nagatomo ficou empolgado de vir para o Vasco", disse o ex-jogador.

Yuto Nagatomo ficou empolgado de vir para o Vasco

"É um valor alto que o Vasco hoje não poderia pagar, porque ele ganha 2,8 milhões de euros por ano e a gente já sabe das condições do clube, mas eu acho que se eu conseguir um patrocinador japonês para bancar a vinda do Nagatomo, de repente pode dar 'samba'. Estamos no Carnaval, esperamos um bom lateral-esquerdo e o Nagatomo eu acho que cairia muito bem no time do Vasco. O Vasco não sabe de nada, eu não falei nada porque sei que o clube dificilmente contrataria por causa das condições financeiras", avaliou.

"Seria um sonho, e um sonho que pode se tornar realidade se eu conseguir um patrocinador japonês que queria bancar essa vinda do Nagatomo, colocando na camisa ou no estádio sua propaganda. É um jogador de seleção japonesa, experiente, de bastante 'know-how', já joga fora do Japão há muitos anos. Seria tão bom para ele quanto para o Vasco. Ele ficou realmente bastante empolgado quando viu a quantidade de torcedores vascaínos entrando no Instagram dele, convidando a vir para o Vasco", completou Bismarck.

Leia mais sobre: Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »