Auge em 2019 e declínio em 2020: Talles tem 2021 crucial para mostrar quem realmente é

Com ótima performance em 2019 mas aquém em 2020, Talles Magno tem em 2021 a chance de mostrar o que realmente pode ser para o Vasco da Gama.

Talles Magno em aquecimento antes de jogo do Vasco
Talles Magno em aquecimento antes de jogo do Vasco (Foto: Reprodução)

Perto de completar dois anos, o dia 02 de junho de 2019 foi inesquecível para o atacante Talles Magno. Na referida data, em derrota do Vasco da Gama por 1×0 para o Botafogo, o jogador fazia sua estreia pelos profissionais do Gigante da Colina.

De lá para cá, dois panoramas bem distintos em relação ao atleta: ainda em 2019, Talles viveu seu auge com a camisa do Vasco até aqui, com atuações que encantaram demais a torcida cruzmaltina e fizeram do jogador uma das principais revelações do futebol brasileiro, despertando o interesse de diversos clubes europeus.

Já em 2020, uma lesão logo no início do ano, durante o recesso de Carnaval, mudou os rumos da carreira do atacante. Mesmo recuperado, não conseguiu repetir, na sequência da temporada após a pausa dos jogos devido à pandemia, as exibições do ano anterior.

Os dribles encantadores e jogadas desconcertantes acabaram ficando de lado, e Talles foi perdendo prestígio junto aos torcedores e à comissão técnica, que passou a substituí-lo com frequência.

No entanto, há cerca de um ano, uma negociação (não concretizada) poderia ter mudado os rumos da carreira do jogador. O Krasnodar, da Rússia, acionou o Vasco interessado em contratar Talles Magno por um valor entre 10 e 12 milhões de euros (R$ 64 milhões a R$ 77 milhões na cotação da época).

Mas o Cruzmaltino não quis. Acreditou que a má fase do atacante era passageira e preferiu esperar uma proposta financeiramente melhor. O próprio staff do jogador também desejava um clube europeu de maior expressão.

Vale ressaltar que Talles, além de ainda ter idade para atuar na equipe sub-20, pulou etapas, digamos assim. Isso porque, na ótima campanha do Vasco na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2019, por exemplo, o jogador era reserva e estava praticamente debutando nos juniores, uma vez que, em 2018, atuava pelo Sub-17.

Ou seja, Talles pouco jogou pelo Sub-20, não atuando na categoria o tempo considerado ”necessário” para completar sua formação antes de chegar ao elenco profissional.

E tampouco retornou à categoria, diferentemente de Gabriel Pec, que, com más atuações no time principal, voltou a jogar com os juniores, amadureceu e teve papel fundamental na conquista da Copa do Brasil Sub-20. Hoje, é titular do Vasco e um dos principais destaques deste início de temporada.

O técnico do Vasco, Marcelo Cabo, enfatiza o ainda processo de formação de Talles e diz acreditar que o jogador voltará a performar da maneira que todos esperam.

– Talles ainda é um jogador sub-20. Eu costumo dizer: apesar de ter muita minutagem no profissional, ele ainda está em formação. Infelizmente, pelo segundo ano consecutivo, ele se machucou no começo da temporada. Vou até ser meio que o advogado dele: ele não estava 100% preparado física e tecnicamente para começar o ano. Então, teria de fazer uma pré-temporada em meio aos jogos. Tenho certeza de que ele vai voltar melhor, e nós vamos dar atenção especial a ele – disse, em entrevista a um podcast do portal Globo Esporte em 22 de março.

Corroborando com Cabo na expectativa pela retomada da boa fase de Talles, o preparador Daniel Félix ressalta o objetivo de fazer do atacante um atleta melhor preparador fisicamente.

– A gente quer fazer o Talles se tornar um cara mais potente e mais forte, colocando todo o seu potencial para fora. O menino realmente está muito consciente de tudo que está acontecendo com ele. Não vejo o Talles com essa alegria e felicidade há bastante tempo. A gente tem muita fé e esperança que as coisas vão se refletir nas partidas – afirmou.

Assim que estiver disponível novamente para ser utilizado por Marcelo Cabo, Talles, que atua preferencialmente como ponta-esquerda, disputará posição com Gabriel Pec, atual titular da função. No entanto, outros nomes, como Morato e Léo Jabá, por exemplo, também são concorrentes. Isso sem contar Figueiredo, jovem promessa que começa a se destacar no profissional atuando justamente por aquela faixa do campo.

Atualmente com 18 anos, Talles Magno tem 69 jogos disputados pelo Vasco e cinco gols marcados. Com ele em campo, foram 22 vitórias, 21 empates e 26 derrotas. O jogador tem contrato com o Gigante da Colina até 31 de dezembro de 2022.

Com certeza a torcida cruzmaltina ainda tem expectativa em torno do jogador, mas tudo depende de como será seu desempenho individual quando voltar a atuar. Possivelmente, a temporada de 2021 será um divisor de águas para Talles, para decifrar se a performance de 2019 foi um mero acaso ou se é a real qualidade do atleta.

Leia mais sobreTalles Magno
10 comentários
  • Alcedir Azevedo - 16 de maio de 2021

    Thales é ótimo jogador. Esteve mal em 2020, quando foi deslocado para jogar praticamente como um ponta-esquerda. Não é essa a posição pra ele! Gostaria de ver o Thales jogando como meia-esquerda trocando de posição com o Pec – este originalmente na meia-direita – e ambos avançando para trocar figurinhas com o Morato e o Cano. Claro que precisa melhorar alguns fundamentos, como o chute, por exemplo, mas tem futebol e condições de fazer um bom campeonato.

    Responder
  • Manoel - 15 de maio de 2021

    Talles é craque. Os técnicos é que estão acabando com o futebol do garoto, colocando Talles para jogar de lateral esquerdo. Isso é um crime?

    Responder
  • Rogério Gomes - 15 de maio de 2021

    Como é fácil julgar um jogador, se jogar bem é craque se jogar mal é ruim tem que mandar embora ou emprestar.
    São tantas circunstâncias a serem avaliadas; mas considero a principal de todas:
    Os caras vê os moleques no time do framídia e falam, pow esse moleque joga muito já no Vasco só tem moleque pereba..
    Só esquecem que na base esses moleques do Vasco estão acostumados a enfrentar os mulambos e ganhar e ainda da show de bola neles.
    Porém aí que entra a questão primordial.. A incompetência da gestão profissional, que monta estes elencos principal pífio que só dar desgosto nos últimos 20 anos..
    E fazem os moleques pularem etapas para salvar a pátria de um time mal formado e mal treinado..
    Tantos o framídia quanto o Palmeiras já tem um elenco profissional formado de qualidade. Qualquer moleque que encaixar nesses times, não vão ter a mesma pressão que no Vasco, eles tem tudo para renderem muito pois o time é qualificado.
    Portanto esses garotos do Vasco jogando em times que eu citei seriam estrelas e renderiam milhões aos cofres destes times..
    Pois são melhores ou no mínimo iguais as estes garotos dos outros times.
    Nosso Sub-17 e 20 é recheado de craques, pena que com essa gestão dificilmente serão bem aproveitados e vendidos como deveria ser o processo normal..

    Responder
  • Moura, Henrique - 14 de maio de 2021

    A outra plataforma permitia apagarmos com uma publicação com o objetivo de corrigir. Essa não. Causa desconforto

    Responder
  • Moura, Henrique - 14 de maio de 2021

    Já fiz muitas críticas em desfavor desse garoto. Porém, hj, reconheço q ele não passa de uma vítima dos famigerados dirigentes da instituição Vasco. Ao projetar as ‘JÓIAS’, subtraindo etapas importantíssimas no pré-ãmbulo de um jovem atleta, sobremaneira no dias atuais, eles se comportam como ceifadores do futuro dos meninos da base e dos sonhos dos torcedores de um dia terem as alegrias de outrora.

    Responder
  • Moura, Henrique - 14 de maio de 2021

    Já fiz muitas críticas em desfavor desse garoto. Porém, hj, reconheço q ele não passa de uma vítima dos famigerados dirigentes da instituição Vasco. Ao projetar as ‘JÓIAS’, subtraindo etapas importantíssimas no pré-ãmbulo de um jovem atleta, sobremaneira no dias atuais, eles se comportam como ceifadores do futuro dos meninos da base..

    Responder
  • Moura, Henrique - 14 de maio de 2021

    Já fiz muitas críticas em desfavor desse garoto. Porém, hj, reconheço q ele não passa de uma vítima dos famigerados dirigentes da instituição Vasco. Ao projetar as ‘JÓIAS’, subtraindo etapas importantíssimas no pré-ãmbulo de um jovem atleta, sobremaneira, no dias atuais, eles se comportam como ceifadores do futuro dos meninos da base..

    Responder
  • Mauricio+Sobrinho - 14 de maio de 2021

    Eu acredito no futebol desse muleque, a torcida do Vasco é muito ansiosa e carente de craques e titúlos no Clube, não tem a devida paciência com o garoto, mas eu torço muito por ele, ainda será um grande jogador na Europa, ele me lembra muito o Holandes Gullit, ele é muito parecido!👍🏾👍🏾

    Responder
    • Raimundo Vicente - 14 de maio de 2021

      Vamos ter paciência com nossos moleques da base, as vezes nos queimamos os garotos sem ter necessidade.
      Hoje nós queremos o coutinho, Alan cardek, Alex Oliveira, e muitos que eram criticados.
      Bom trabalho Talles, vc é melhor que muitos jogadores já experiente.

  • Paulo+Ramada - 14 de maio de 2021

    VENDE LOGO….PELADEIRO

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
13 de junho de 2021
Cabo explica alterações contra o Brasil de Pelotas e exalta Daniel Amorim: ‘Muito útil’

Técnico do Vasco da Gama, Marcelo Cabo explica entradas de Juninho, Riquelme e Daniel Amorim contra o Brasil e elogia o centroavante.

Marcelo Cabo vê primeira vitória na Série B como um ‘divisor de águas’ para o Vasco

Marcelo Cabo acredita que o Vasco pode emplacar uma sequência de vitórias na competição após o triunfo de virada sobre o Brasil de Pelotas.

12 de junho de 2021
Salgado dedica vitória do Vasco a Antônio Lopes; presidente agradece aos jogadores

Presidente do Vasco da Gama, Jorge Salgado comemorou a vitória Cruzmaltina neste sábado (12) e a dedicou ao ex-técnico Antônio Lopes.

Cabo exalta atuação de Marquinhos Gabriel contra o Brasil de Pelotas: ‘Âncora do time’

Técnico Marcelo Cabo elogiou Marquinhos Gabriel, que retornou à equipe titular do Vasco da Gama contra na vitória sobre o Brasil de Pelotas.

Enquete VN: a quem você atribui o pífio início do Vasco na Série B?

O site Vasco Notícias lança enquete para ouvir os vascaínos sobre o desempenho pífio do Vasco da Gama neste início de Série B.

Cabo cita dificuldades do Vasco e destaca reação: ‘Fizemos um bom jogo’

Técnico do Vasco da Gama, Marcelo Cabo admitiu os problemas que o time teve na partida contra o Brasil-RS, mas enalteceu a vitória.

Próximos jogos do Vasco

Veja os próximos jogos do Vasco da Gama nesta temporada 2021, que serão disputadas em diversas competições.

Daniel Amorim celebra gol contra o Brasil de Pelotas: ‘Apenas o 1º passo’

Centroavante do Vasco da Gama, Daniel Amorim marcou seu primeiro gol com a camisa cruzmaltina e disse que é apenas o ”primeiro passo”.

Assista aos melhores momentos de Brasil de Pelotas 1 x 2 Vasco

Confira os principais lances da vitória do Vasco da Gama diante do Brasil de Pelotas pela terceira rodada da Série B.

Notas dos jogadores do Vasco contra o Brasil de Pelotas

Notas dos jogadores do Vasco da Gama na partida deste sábado, contra o Brasil de Pelotas, pela 3ª rodada da Série B.

Veja mais notícias