Após se destacar na temporada, trio argentino já não encanta a torcida do Vasco

Martín Benítez, Germán Cano e Leonardo Gil teve atuações apagadas nos últimos jogos do Vasco da Gama e já recebem críticas da torcida.

Germán Cano, Martín Benítez e Leonardo Gil comemorando a vitória contra o Sport
Germán Cano, Martín Benítez e Leonardo Gil comemorando a vitória contra o Sport

O Vasco não vence há cinco jogos. Há quatro não anota um gol sequer. Tão badalado em 2020, o sotaque portenho de Martín Benítez, Germán Cano e Léo Gil já não encanta com a bola nos pés. O trio hermano chegou a São Januário no ano passado e, ao menos, o meia e o centroavante foram tiros certeiros que mudaram as perspectivas da equipe na temporada, graças a excelentes atuações. O volante até agradou em suas partidas iniciais, mas os erros vieram e, acompanhados da eliminação na Sul-Americana e a queda na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, as críticas deram o tom.

Apostar no mercado de jogadores sul-americanos é uma prática cada vez mais usual no futebol brasileiro. O raro é acertar em cheio. Cano e Benítez foram dois achados, já que não havia grana em caixa. Assim, o Cruz-Maltino escapou da receita antiga de investir em medalhões em declínio na carreira e teve sucesso nas escolhas. “Colo” Gil, por sua vez, chamou a atenção pela polivalência no meio de campo e pela qualidade na bola parada. Chegou, inclusive, com o status de “o homem da bola parada” e amigo de longa data de Benítez. Parecia a resposta para a frágil proteção que os volantes davam à zaga – Bruno Gomes, titular absoluto de Vanderlei Luxemburgo, não estava sendo muito aproveitado por Ramon Menezes e Ricardo Sá Pinto.

Desde a última vitória sobre o Atlético-MG, o Cruz-Maltino soma dois empates e três derrotas. A duas rodadas do fim do Brasileirão, a expectativa é que o trio hermano esteja em campo mais uma vez, agora diante do Corinthians. Com 37 pontos na 17ª colocação, uma derrota na capital paulista pode sacramentar o rebaixamento do Vasco pela quarta vez em sua história, caso o Bahia (38 pontos) derrote o Fortaleza, fora de casa.

Mas, afinal, o que a torcida poderá esperar de Cano, Benítez e Léo Gil para este duelo de vida ou morte? O Jogada10 reuniu as atuações e as notas do trio hermano nestas últimas cinco partidas em que o time não conseguiu sequer somar três pontos. Confira!

PALMEIRAS 1 x 1 VASCO

Benítez – Fez um golaço de falta no primeiro tempo e foi o homem da criação das jogadas do Vasco. Mas ainda não está nas melhores condições físicas e deixou o campo aos 25 minutos do segundo tempo. NOTA 7,0

Léo Gil – Muita raça na marcação, mas não tão bem no apoio aos atacantes. NOTA 5,5

Germán Cano – No primeiro tempo, a bola não chegou para as suas finalizações. NOTA 5,0

VASCO 0 x 0 BAHIA

Leonardo Gil – 5,0 – Mais um jogo sem brilho do argentino. NOTA: 5,0

Benítez – Não conseguiu repetiu as duas últimas boas atuações. Esteve bem marcado, mas errou acima da média em passes e lançamentos. Teve uma boa finalização na etapa final. Parece ter sentido a sequência de jogos e acabou substituído na metade da etapa final. Tomou um cartão amarelo desnecessário em uma dividida no meio de campo. NOTA: 5,0

Germán Cano – Precisou sair da área para participar mais do jogo, já que a bola não chegava aos seus pés. Produz pouco quando está longe da área. NOTA: 5,5

FLAMENGO 2 x 0 VASCO

Léo Gil – Muito esforço e quase nenhum resultado prático. Ajudou na marcação, não entrou nada ofensivamente. No segundo tempo saiu para a entrada de Talles Magno. Nota: 3,5 NOTA 4,5

Benítez – Visivelmente segue fora de forma. Perdeu a força de arrancada no tempo em que ficou sem jogar. Com a posse de bola, não tinha opções e ficou isolado na criação, mas foi parte do problema de não conseguir dar saída de jogo ao time. Acabou substituído por Catatau no intervalo. NOTA 4,5

Germán Cano – Capitão dada a ausência de Castan, acabou pouco acionado. Tentou liderar a marcação adiantada da equipe no primeiro tempo. Perdeu grande oportunidade no segundo tempo. Desta vez, não apareceu tanto e pouco se movimentou na busca para criar espaços. NOTA 4,0

FORTALEZA 3 x 0 VASCO

Léo Gil – Suspenso, não jogou.

Benítez – Escalado para jogar mais próximo ao homem de frente, numa espécie de segundo atacante, teve grande dificuldade para ajudar na construção das jogadas. Lutou, e correu bastante, como de costume, mas por estar de costas para o gol, não conseguiu produzir e foi obrigado a recuar para que a bola chegasse aos seus pés. No segundo tempo, cresceu um pouco de produção. Foi dele a jogada que resultou no gol anulado pelo VAR. NOTA 5,0

Germán Cano – Por conta de uma indisposição estomacal que o impediu de treinar por dois dias, iniciou na reserva e entrou no intervalo. Não recebeu um passe para finalização. Na única bola que sobrou, em um rebote do goleiro, balançou a rede. O gol, porém, foi anulado pelo VAR por falta de Henrique na origem da jogada. NOTA 5,5

VASCO 0 x 1 INTERNACIONAL

Léo Gil – Envolvido nos lances dos dois gols do Internacional, deu mole ao deixar Rodrigo Dourado subir mais que ele para cabecear para a rede. No tento anotado por Thiago Galhardo, o volante simplesmente parou e ficou observando a trama ofensiva gaúcha. Falta tudo, inclusive profissionalismo ao argentino. NOTA 3

Benítez – Novamente o jogador o mais lúcido do time, mas faltou um companheiro com o qual pudesse armar as jogadas pelo meio e ajudar o time a chegar ao gol. NOTA 6

Germán Cano – Movimentou-se bastante buscando o jogo, mas a falta de criatividade dos meias impediu que recebesse bolas que pudesse arrematar para o gol. Ainda teve a chance do empate nos pês em cobrança de pênalti, mas bateu mal e perdeu. NOTA 4,5

Fonte: Olimpiada Todo Dia

Nenhum comentário ainda.

Deixe sua opinião

Últimas notícias

6 de maio de 2021

Sub-20: Marcos Dias comemora gol contra o São Raimundo-RR e projeta evolução

O atacante Marcos Dias, do Sub-20 do Vasco da Gama, comemorou o gol contra o São Raimundo-RR e projetou evolução da equipe.

Vasco parabeniza Ramon pelo aniversário de 33 anos: ‘Tudo de bom em sua vida!’

O Vasco da Gama utilizou o Instagram para parabenizar o ex-lateral-esquerdo Ramon, que está fazendo 33 anos nesta quinta-feira.

Rebaixamento do Vasco obrigou Salgado a refazer projeto no seu início de gestão

Queda nas receitas e acordo desfeito com investidores foram algumas das consequências do quarto rebaixamento da história do Vasco da Gama.

Conheça as mudanças nos contratos com jogadores da base e profissional no Vasco

O Vasco da Gama promoveu mudanças nos tipos de contratos assinados com atletas tanto da base quanto do profissional.

Sucesso! Leilão de Cano dá pane em site e supera camisas de Gabigol e Arrascaeta

O leilão que está sendo realizado pelo atacante do Vasco da Gama, Germán Cano, está sendo um sucesso mesmo em poucas horas no ar.

Jogadores do Vasco participam de palestra sobre racismo e treinam no CT do Almirante

Assista à trechos da palestra do professor José Nilton Júnior sobre racismo e trechos do treino do Vasco da Gama desta quinta-feira.

Vasco TV mostra ‘aula’ de golfe com Germán Cano; assista

O atacante do Vasco da Gama, Germán Cano, além de artilheiro no futebol, também não deixa a desejar jogando golfe.

Vasco divulga balanço dos primeiros 100 dias da gestão de Jorge Salgado

Nesta quinta-feira o Vasco da Gama divulgou o balanço dos primeiros 100 dias da gestão do presidente Jorge Salgado.

Vasco perdeu percentual do direito econômico das pratas da casa

Balanço divulgado pelo Vasco da Gama mostra queda no percentual do direito econômico de jovens revelados no Clube.

Caso se classifique para a final da Taça Rio, Vasco terá calendário apertado em maio

Com início da Série B marcado para o final de maio, o Vasco da Gama pode ter calendário apertado caso se classifique para final da Taça Rio.

Veja mais notícias