Análise: Vasco se conforma com gol no início e ‘aceita’ derrota para o Botafogo

Vasco teve atuação apagada contra o Botafogo e mostrou que o técnico Lisca vai ter muito trabalho para ajustar a equipe.

Germán Cano durante o clássico contra o Botafogo
Germán Cano durante o clássico contra o Botafogo (Thiago Ribeiro/AGIF)

Um time sem qualquer ambição, foi isso que o torcedor do Vasco da Gama viu na derrota da equipe para o Botafogo, no último sábado (31), pela 15ª rodada da Série B. Depois da melhor atuação da equipe na competição, na goleada contra o Guarani por 4×1, e de se comportar bem contra o São Paulo, pela Copa do Brasil, o time regrediu e mostrou que o técnico Lisca terá muito trabalho pela frente.

Aliás, o próprio Lisca já havia chamado atenção para a apatia do time diante do Tricolor Paulista, deficiência que foi potencializada no clássico do fim de semana. Não bastasse isso, a defesa voltou a bater cabeça e inacreditável falta de concentração dos jogadores resultou no gol adversário no primeiro minuto de jogo.

Depois disso, o Botafogo se fechou na defesa e jogou no erro do Cruzmaltino, que demonstrou enorme dificuldade em furar o bloqueio Alvinegro. O resultado disso? Mais posse de bola (62% no total), porém, sem qualquer verticalidade. Nas poucas vezes que chegou ao ataque, o Time da Cruz de Malta esbarrou na falta de inspiração dos homens de frente.

No fim, quando o time tentou se lançar ao ataque para buscar o empate de qualquer maneira, acabou tomando o golpe de misericórdia e amargou mais um revés na Série B, e mais que isso, retrocedeu em relação ao começo de trabalho do novo treinador, que cobrou atitude dos jogadores.

Defesa vulnerável

Um dos tormentos vascaínos na temporada são as repetidas falhas defensivas. Contra o rival no Nilton Santos não foi diferente. O lado direito do setor sofreu com as investidas do Botafogo, que mesmo sem ser brilhante, criou suas melhoras chances por lá. Léo Matos e Ernando tiveram atuações que certamente não vão entra no dvd da dupla.

O número de desarmes dá uma medida do que foi a intensidade dos dois times, enquanto o adversário roubou 23 bolas, o Gigante da Colina teve apenas oito recuperações de posse. Dado que escancara a passividade da equipe.

As substituições de Lisca não surtiram efeito, as entradas de Figueiredo e Juninho deram algum ânimo, mas não o suficiente para incomodar o Botafogo. Depois, já no desespero, o técnico lançou Gabriel Pec, Daniel e Sarrafiore, que pouco acrescentaram na atitude dentro de campo. O empate só poderia vir em um lance fortuito, o que não aconteceu.

Missão

Faltando quatro jogos para o fim do primeiro turno da Série B, o Vasco ocupa 10ª colocação do certame, com 22 pontos. Na quarta-feira (04), o Almirante recebe o São Paulo para tentar reverter um placar extremamente desfavorável, já que perdeu o jogo de ida por 2×0. Ao Gigante, resta vencer por três gols de diferença para garantir a vaga no tempo regulamentar. Vitória por dois gols leva a decisão para os pênaltis.

Leia mais sobreBotafogo
4 comentários
  • Paulo Roberto - 2 de agosto de 2021

    Um time profissional não pode tomar um gol aos 2 (dois) minutos de jogo.
    Tem que mandar todos os jogadores embora e começar do zero.
    Esse fato vem ocorrendo desde o ano passado
    Pode faltar categoria, mas em um time profissional não pode faltar vontade.
    Os erros de posicionamento do Leo Matos são corriqueiros e como prêmio essa diretoria renovou seu contrato por 02 (anos) isso com um jogador de 35 ( trinta e cinco) anos.

    Responder
  • André luiz mendes - 2 de agosto de 2021

    Zaga orrivel castan pq ainda não mandaram ele embora afinal ele estava na zaga q caiu pq continua com ele acharam q ele ia jogar melhor na série B o resto do time ruim sem sangue sem alma sem alegria sem vontade sem amor pela profissão meu Vasco pedi socorro

    Responder
  • Lima - 2 de agosto de 2021

    Enquanto não contrata um bom zagueiro, um bom lateral esquerdo, um bom volante e um bom meia de armação, tira o Ernando e entra com o Miranda; saca o Léo Matos e traz o Zeca para a direita e inicia com o Riquelme na esquerda; tira o Andrey e inicia com o Galarza e o Sarrafiore no lugar do Marquinhos Gabriel, o restante avalia no decorrer da partida.

    Responder
  • Carlos Tavares De Oliveira - 2 de agosto de 2021

    Lisca toma cuidado com alguns atletas que estão fazendo corpo mole abre o olho se não vão ti queimar

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
27 de setembro de 2021
Veja os resultados da base do Vasco no final de semana no futebol e no futsal

Confira os resultados das divisões de base do Vasco da Gama no futebol de campo e no futsal nas partidas realizadas no último final de semana.

Olho no rival! Escalação do Goiás contra o Vasco

Confira a escalação que o Goiás usará na partida contra o Vasco da Gama nesta segunda-feira, em São Januário, pela Série B.

Escalação do Vasco contra o Goiás

Confira a escalação do Vasco da Gama para o jogo contra o Goiás nesta segunda-feira, em São Januário, pela Série B do Brasileiro.

Relacionados do Vasco para o jogo contra o Goiás

Confira a lista de jogadores do Vasco da Gama relacionados para o jogo desta segunda-feira contra o Goiás, pela Série B do Brasileiro.

Vasco antecipa retorno de Emerson Urso, do Sub-20, ao São Caetano

Em comum acordo, o Vasco da Gama acertou o retorno antecipado do atacante Emerson Urso, da equipe Sub-20, ao São Caetano.

Padre Julinho agradece doações de vascaínos em prol de famílias carentes do Rio

No Twitter, o padre Julinho agradeceu aos vascaínos pelas doações que beneficiarão mais de 100 famílias carentes.

Fernando Diniz tem dúvidas para escalar defasa do Vasco contra o Goiás

Fernando Diniz, técnico do Vasco da Gama, mantém o mistério sobre a escalação da equipe contra o Goiás nesta segunda-feira.

Vendidos 3,7 mil ingressos para Vasco x Goiás

Foram emitidos 3.712 mil ingressos para a partida entre Vasco da Gama e Goiás, em São Januário, pela Série B.

Vasco oferece desconto em camisas para sócios que forem ao jogo contra o Goiás

O sócios do Vasco da Gama que foram ao jogo contra o Goiás terão 20% de desconto em camisas no dia da partida.

Diniz elogia Graça, explica entrada de Walber e analisa bola aérea defensiva do Vasco

Fernando Diniz, técnico do Vasco da Gama, elogiou Ricardo Graça, explicou entrada de Walber e falou sobre bola aérea defensiva.

Veja mais notícias