Análise da atuação do Vasco contra o Volta Redonda

O Vasco da Gama mostra evolução, mas segue com problema na criação e perde o segundo jogo pela Taça Guanabara.

Cayo Tenório durante o jogo contra o Volta Redonda
Cayo Tenório durante o jogo contra o Volta Redonda(Foto: Andre Moreira/VRFC)

O Vasco evoluiu, não merecia perder e o gol sofrido só saiu por uma falha individual. Mesmo assim, o maior problema em campo persiste: a dificuldade na criação de jogadas.

O resumo do 1 a 0 adverso para o Volta Redonda, na noite de sábado, foi o mesmo da derrota dias antes para a Portuguesa. A tônica do time principal em 2020, que culminou com o rebaixamento à Série B, persiste com o time de garotos nas rodadas iniciais do Carioca.

Siston mudou três peças na equipe. Com Matías Galarza, Laranjeira e Figueiredo nas vagas de Lucas Santos, Vinícius e Tiago Reis, o Vasco foi um time mais dinâmico. Teve uma postura mais competitiva. Repetiu a movimentação do segundo tempo contra a Portuguesa e adicionou mais trocas de passes. Continuou com dificuldade de ingressar na área adversária tanto que as melhores chances foram em chutes de média distância. Laranjeira, um dentro e outro fora da área, obrigou Andrey a duas grandes defesas.

O time sub-20 vascaíno sempre tenta jogar. Pode não estar bem inspirado, pode estar bem marcado pode faltar técnica. Mas sempre tenta. É um mérito, uma forma de jogar. E, ao valorizar a posse de bola, também ajuda a defesa, afinal, evita de ser atacado. Em toda a partida, o gol de Lucão foi alvo de dez finalizações. O Vasco concluiu sete a mais.

O problema é que tem sido insuficiente. Faltam jogadas combinadas, faltam ultrapassagens pelas laterais, faltam inversões, faltam os dribles. Até porque a defesa não demonstra ser segura. Contra a Portuguesa, uma falha de marcação coletiva em cruzamento originou o gol. Diante do Volta Redonda, Ulisses errou o tempo de bola e permitiu que João Carlos marcasse.

Se no elenco principal faltavam alternativas, até porque Benítez passou por uma fase de irregularidade, não há soluções imediatas no elenco sub-20. A direção precisará contratar uma figura atualmente em falta no elenco, e Marcelo Cabo, a partir reapresentação na segunda-feira, terá de estabelecer uma forma de atuação que compense essa dificuldade a despeito de um elenco em total reformulação.

No sábado, o Vasco encara o Nova Iguaçu. Ainda não está definido quem comandará a equipe. Cabo pode fazer a sua estreia. No dia 18, a Caldense-MG será o rival na primeira fase da Copa do Brasil. Há pouco tempo para corrigir os problemas.

Fonte: Globo Esporte

5 comentários
  • Waldionor+Monteiro+Silva - 7 de março de 2021

    Futebol é resultado esse futebol que agrada que é organizado e perde os jogos não vai a lugar algum, temporada de 2021 iniciou dois jogos duas derrotas pra times que costumava ganhar, a visão que tem que ter é essa, primeiro turno carioca tarça guanabara já era não recupera mais seis pontos perdidos sem ter feito um GOL muito preocupante!!!!

    Responder
  • Lima - 7 de março de 2021

    Os nossos garotos da base são qualificados, mas o problema continua sendo físico. Esses meninos parecem subnutridos, não aguentam o tranco. Como dizia o Luxemburgo: filé de borboleta. Se não adquirirem massa muscular e força física vai ficar difícil. Enquanto conseguem correr e driblar, evitando o contato físico, o time leva vantagem, mas depois que bate o desgaste e o corpo a corpo é inevitável, o conjunto despenca.

    Responder
  • Silvio Coelho Bastos - 7 de março de 2021

    Gostei do que vi. A garotada joga pra frente, procurando o gol. O jogo foi definido por uma fatalidade. Enquanto o Eurico roubava o Vasco ninguém abria a boca para contestar nada. Até aplaudiam, é agora querem crucificar tudo e todos. Isso aí é o que sobrou do Eurico. Temos que ter paciência.

    Responder
  • olindo+serra - 7 de março de 2021

    Futebol bem jogado, time organizado, jogando pra frente; grande atuação do Vasco, esse é o Futebol que queremos ver sempre !! Injusto o resultado, o Vasco foi melhor nos 95 munutos !! De positivo: ganhamos quatro jogadores para o restante da temporada: MATIAS GALARZA, LARANJEIRA, ARTUR SALES E MT, todos com condições de compor o time titular do Vasco !!!

    Responder
  • luizcarlosjlle2019@gmail.com - 7 de março de 2021

    Não adianta insistir com jogadores fracos tecnicamente. Vejam a diferença de postura dos garotos do Flamengo e do Fluminense. O Vasco precisa contratar jogadores de qualidade. Tem que dois laterais, dois zagueiros, dois volantes, dois meias e dois atacantes de beirada. Se não contratar, vai ser rebaixado no Carioca, iluminado na Copa do Brasil e rebaixado pra série C. Esse time e elenco do Vasco e sofrível.

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
22 de setembro de 2021
Vasco leiloa 10 camisas autografadas para ajudar projetos de apoio a surdos

O Vasco da Gama está leiloando 10 camisas autografadas e renda será convertida para ajudar causas que apoiam os surdos.

Gomes? Galarza? Amorim? Os cenários para a escalação do Vasco contra o Brusque

Tirando as duas ausências, o técnico do Vasco da Gama, Fernando Diniz, deve manter o mesmo time que mandou a campo nos outros jogos.

Vasco desiste de efeito suspensivo e Léo Jabá não encara o Brusque

O atacante do Vasco da Gama, Léo Jabá, cumprirá um jogo de suspensão determinado pelo STJD por expulsão contra o São Paulo.

Camisas Negras cita ‘conflito de interesses’ e cobra Diretoria de Integridade do Vasco

O grupo Camisas Negras cobrou à Diretoria de Integridade alguns esclarecimentos sobre situações ocorridas no Vasco da Gama.

Mylena, Camila e Carol reforçam o Futebol Feminino do Vasco

Três novas jogadoras foram contratadas pelo Vasco da Gama, na modalidade Futebol Feminino, para o restante da atual temporada.

Vasco lembra o Dia Nacional do Atleta Paralímpico e parabeniza atletas do Clube

O Vasco da Gama lembrou o Dia Nacional do Atleta Paralímpico e parabenizou os atletas do Clube nesta quarta-feira.

Começo de 2º turno do Vasco é inferior ao 1º; já são 4 partidas sem vitória

Nas seis primeiras partidas, o Vasco da Gama somou sete pontos no primeiro turno, só que o número caiu para seis no segundo.

Michel não deve mais jogar pelo Vasco; volante pode passar por artroscopia

Com problemas no joelho, o volante Michel pode passar por artroscopia, e dificilmente entrará em campo pelo Vasco da Gama.

Brusque ainda não venceu no 2º turno; Vasco tem campanha ruim fora de casa

O Brusque não vence há 10 rodadas e não tem dos melhores rendimentos em casa pela Série B, o que pode ser uma oportunidade para o Vasco.

Globo oferece até R$ 55 milhões pelo PPV do Carioca; clubes não se empolgam

Mesmo assim, Vasco da Gama, Fluminense e Botafogo pretendem seguir negociando com a emissora, enquanto não se sabe do Flamengo.

Veja mais notícias