Campello é contra transferência dos jogos do Estadual para Brasília

O presidente do Vasco da Gama, Alexandre Campello, afirmou que é contra a transferência dos jogos do Estadual para Brasília.

No início dessa semana, um arbitral na Federação de Futebol no Estado do Rio de Janeiro debateu alguns pontos sobre o retorno das atividades e do Campeonato Estadual e votou mudanças no regulamento, entre elas a transferência de mandos de campo no Carioca. Fluminense e Vasco foram as únicas equipes que se posicionaram contra o retorno precoce dos treinos. Nesta quarta-feira (17), o presidente do Vasco, Alexandre Campello, em entrevista ao "Fora de Jogo", programa do Esporte Interativo, deixou claro que é contra a transferência da competição para Brasília, como foi especulado, mas explicou por que votou a favor da possibilidade de mudança de mando de campo, diferente do que previa o regulamento.

"Nunca discuti sobre jogar lá. Não acho que esse seja o caminho, fomos lá discutir o protocolo, assim como fomos à prefeitura. Até para ouvir sugestões. O que se falou foi sobre movimentar a tabela. Algumas cidades foram citadas como não liberadas para jogar, como Cabo Frio. Foi nesse sentido que entendi a mudança no arbitral. O Boavista é de Bacaxá mas já treinam aqui no Rio, se a cidade não for liberada pra jogar, eles podem jogar no Rio sem problemas" – explicou Campello.

Campello defendeu ainda que o Vasco não faz pressão para que os jogos voltem nesse momento e só considera o retorno dos treinos de forma imediata pois acredita, baseado em dados científicos, que o melhor que o clube pode fazer para o jogador, nesse momento, é ajudar com os treinamentos e fazer exames para diagnosticar se eles ou familiares estão contaminados. Além disso, a equipe acredita que um atleta de alto nível muito tempo parado teria um risco de lesão maior no retorno. Segundo o presidente, foi exatamente esse ponto que defendeu em reuniões com autoridades públicas. As atividades em São Januário estão previstas para retornarem nesta quinta-feira (28), quando já terão o resultado de todos os exames feitos em funcionários, atletas e familiares. O clube já recebeu parte dos resultados e 30% dos examinados testaram positivo.

Alexandre Campello

Leia mais sobre: Campeonato Carioca, Alexandre Campello

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »