Alexander diz ter sido chamado de macaco na Bolívia; Vasco lamenta

O goleiro Alexander disse que foi chamado de macaco por torcedores do Oriente Petrolero; Vasco da Gama lamentou o episódio.

A classificação do Vasco na Sul-Americana foi marcada por mais um episódio de racismo no futebol. O Vasco alega que o goleiro Alexander foi insultado por torcedores do Oriente Petrolero, no Estádio Ramon Aguilera, em Santa Cruz de La Sierra.

Aos 40 minutos do segundo tempo, Alexander, Miranda e Ricardo Graça deixam o banco de reserva e se queixam para a arbitragem. A transmissão flagrou o goleiro alegando ter sido chamado de macaco. Ricardo Graça recebeu cartão amarelo por reclamação.

O texto do Vasco:

"É triste ver que em pleno 2020 ainda observamos tantos casos de racismo no futebol. Não há mais espaço para este tipo de pensamento. Ao Alexander e todos que possivelmente se sentiram ofendidos, nossa solidariedade.

ESTAMOS JUNTOS, SEMPRE!É triste ver que em pleno 2020 ainda observamos tantos casos de racismo no futebol. Não há mais espaço para este tipo de pensamento."

Leia mais sobre: Vasco x Oriente Petrolero, Mercado do Vasco

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »