Adversário do Vasco, São Paulo não tem boas lembranças na Copa do Brasil

O São Paulo conta com o ótimo retrospecto do técnico Hernán Crespo em mata-mata para espantar marca negativa na Copa do Brasil.

Hernán Crespo é o técnico do São Paulo
Hernán Crespo é o técnico do São Paulo (Foto: Rubens Chiri/São Paulo)

Multicampeão das mais diversas competições, destaque para Mundial de Clubes, Libertadores e Campeonato Brasileiro, o São Paulo, entretanto, não tem o mesmo histórico quando o assunto é Copa do Brasil. O Tricolor Paulista é o adversário do Vasco da Gama nas oitavas de final.

Na verdade, o Tricolor Paulista nunca conquistou a competição. São, ao todo, 20 participações, com a melhor campanha em 2000, quando chegou à final, mas foi superado pelo Cruzeiro. Nesse meio, estão alguns vexames e quatro semifinais, em 2002, 2012, 2015 e 2020, saindo para Corinthians, Coritiba, Santos Grêmio.

O que pode pesar a favor do São Paulo desta vez é o ‘fator Crespo’. O técnico tem como marca, nesse começo de carreira, ter um bom retrospecto em competições de mata-mata, onde se encaixa a Copa do Brasil. Inclusive, o comandante liderava o Defensa y Justicia, da Argentina, que eliminou o Vasco da última Sul-Americana.

A equipe argentina foi campeão posteriormente, o que chamou a atenção do São Paulo. O que mostra o bom desempenho de Hernán Crespo em mata-mata é um levantamento publicado pelo site Esporte News Mundo. No Defensa Y Justicia, ele teve 77% de aproveitamento em competições do gênero, com seis vitórias e três empates em nove partidas.

No São Paulo, o aproveitamento é muito próximo: 70,8%. São cinco vitórias, dois empates e apenas uma derrota em oito jogos, com a conquista do Campeonato Paulista. No entanto, quando o assunto é pontos corridos, o número cai bastante, com 40,5% na equipe argentina (sete vitórias, sete empates e nove derrotas, e no Tricolor Paulista 38,5% (cinco vitórias, sete empates e sete derrotas).

2015

A última vez que Vasco e São Paulo se encontraram na Copa do Brasil foi em 2015, e quem levou a melhor foi o Tricolor Paulista. Na ocasião, os times se enfrentaram pelas quartas de final, e o Gigante perdeu por 3×0 no Morumbi e empatou em 1×1 no Maracanã. Agora, espera que a história seja diferente, embalado com a o início de trabalho de Lisca.

O jogo de ida será na noite desta quarta-feira (28), às 21h30min, no Morumbi, e a volta será em 4 de agosto, no mesmo horário, em São Januário. Além da vaga em si, está em jogo para Vasco e São Paulo uma premiação de R$ 3,4 milhões, que vai ser de grande importância para qualquer um que passar do confronto.

Nenhum comentário ainda.
Deixe sua opinião

Últimas notícias
19 de setembro de 2021
Na luta por um milagre! Vasco enfrenta o Cruzeiro às 16h em São Januário

O Vasco da Gama enfrenta o Cruzeiro em São Januário às 16h, em partida válida pela 25ª rodada da Série B do Brasileiro.

18 de setembro de 2021
Desfalques e pendurados do Vasco contra o Cruzeiro

Desfalques do Vasco da Gama para o jogo contra o Cruzeiro neste domingo, às 16h, no Mineirão, pela 25ª rodada da Série B.

Olho no rival! Escalação do Cruzeiro contra o Vasco

Confira a escalação do Cruzeiro para o jogo contra o Vasco da Gama neste domingo, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Escalação do Vasco contra o Cruzeiro

Confira a escalação do Vasco da Gama para a partida contra o Cruzeiro neste domingo, pela Série B do Brasileiro.

Confira quais canais transmitem o jogo entre Vasco e Cruzeiro

Confira quais canais transmitem a partida entre Vasco da Gama e Cruzeiro, válida pela 25ª rodada da Série B do Brasileiro.

Definida a arbitragem para o jogo entre Vasco e Cruzeiro

Confira a arbitragem para o jogo entre Vasco da Gama e Cruzeiro, neste domingo, em São Januário, pela 25ª rodada da Série B.

Vasco projeta 8 mil ingressos contra o Goiás e 11 mil diante do Coritiba; preço reduzirá

O Vasco da Gama tem o intuito de atingir os 50% de ocupação liberados pela prefeitura no jogo contra o Coritiba, pela 30ª rodada da Série B.

Castan e Graça buscam sequência em dupla antiga, mas pouco usada no Vasco

Zagueiros mais antigos do elenco do Vasco da Gama, Leandro Castan e Ricardo Graça jogaram juntos poucas vezes ao longo dos anos.

Presidente do Fluminense cita caos político no Vasco em comentário sobre voto online

Mario Bittencourt, presidente do Fluminense, colocou a situação política do Vasco da Gama nos últimos anos como um exemplo a não ser seguido.

Nenê celebra reestreia pelo Vasco e destaca participação em gol: ‘Muito feliz’

O meio-campista do Vasco da Gama, Nenê, teve uma boa reestreia e se mostrou muito satisfeito em ter participado do gol diante do CRB.

Veja mais notícias