Carlinhos decepcionou em ‘chance de ouro’ e teve apenas 35 minutos em goleada do Atlético-MG

O meio-campista do Vasco da Gama, Carlinhos foi apontado como um dos piores em campo na goleada para o Atlético-MG.

Avatar
Por Willams Meneses
-  5 de outubro de 2020 às 17:01-  Atualizada em 5 de outubro de 2020 às 17:03
Carlinhos em ação pelo Vasco (Foto: Divulgação)

Pensando em neutralizar o líder Atlético-MG, o técnico do Vasco da Gama, Ramon Menezes, realizou algumas alterações na escalação para a partida, com a entrada do zagueiro Miranda na lateral-direita, e do meio-campista Carlinhos formando a dupla de volantes com Andrey.

A princípio, a escalação recebeu alguns elogios, mas na prática não funcionou. Muito pelo contrário. O Vasco tentou colocar um ritmo forte no intenso adversário, inclusive marcando nos primeiros minutos com um golaço de bicicleta do meio-campista Martín Benítez, mas não suportou a pressão.

O que se viu nos minutos seguintes foi uma ‘blitz’ do Atlético-MG no campo de defesa vascaíno, conseguindo virar para 4×1 antes dos 40 minutos do primeiro tempo. Pode-se destacar algumas atuações abaixo da média na goleada, e uma delas chamou a atenção e foi motivo de críticas da torcida.

Trata-se de Carlinhos, que estava ganhando uma oportunidade especial após a polêmica sobre um comentário onde indicou que estaria voltando para Portugal. Ele, no entanto, se mostrou desligado e até displicente em algumas jogadas na defesa, inclusive, fazendo um recuo de bola perigoso que obrigou o zagueiro Ricardo Graça a fazer um pênalti, o que o tornou virou alvo de críticas.

O desempenho de Carlinhos não agradou ao próprio Ramon Menezes, que o substituiu ainda aos 35 minutos do primeiro para a entrada de Marcos Júnior, que também não jogou bem. Outro que foi substituído no mesmo momento foi o atacante Vinícius, que não apareceu para o jogo, dando espaço para Yago Pikachu.

Embora esteja acostumado a jogar mais avançado, Carlinhos chegou com status de jogador polivalente, que atuava em todas as posições do meio de campo. Por enquanto, o Camisa 23, destaque no Vitória de Setúbal, de Portugal, ainda não justificou a sua contratação e buscará mostrar serviço nas próximas oportunidades.