Vasco x Goiás

Tudo sobre o jogo do Vasco da Gama contra o Goiás no estádio Serrinha pela Copa do Brasil 2020.

O Vasco da Gama está na 4ª fase da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira (26), o Cruzmaltino derrotou o Goiás, no Estádio Hailé Pinheiro, em Goiânia, por 2x1 no tempo normal e garantiu a classificação à próxima etapa da competição na disputa de pênaltis, ao vencer o Esmeraldino pelo placar de 3x2.

Se no empate em 0x0 contra o Grêmio, no último domingo (23), o Gigante da Colina fez uma partida sem brilho, nesta quarta a postura mudou. No primeiro tempo, com 10 minutos de jogo a equipe cruzmaltina já tinha 62% de posse de bola.

Mas a primeira boa oportunidade da partida foi dos donos da casa. Aos 12, Victor Andrade fez bonita jogada pela ponta esquerda, driblando Yago Pikachu e chutando para boa defesa de Fernando Miguel. No rebote, a bola sobrou para Daniel Bessa na meia-lua. Ele ajeitou para Gilberto, que chutou e mais uma vez o goleiro vascaíno defendeu.

Aos 24, veio a primeira chance do Vasco. Também na ponta esquerda, Martín Benítez driblou dois marcadores do Goiás e passou para Talles Magno. O garoto ajeitou o corpo e chutou forte. A bola morreria no canto esquerdo de Tadeu, mas o arqueiro do time goiano espalmou lateralmente.

Aos 32, a posse de bola deu resultado, e o Vasco abriu o marcador. Em cruzamento de Henrique pelo lado esquerdo, a bola desviou em Keko, subiu, bateu na trave, em Tadeu e acabou entrando. Um a zero. E foi o primeiro gol do lateral na carreira. Revelado em 2013, contra o Goiás ele completou 164 partidas com a camisa cruzmaltina.

Mas a alegria vascaína durou apenas 11 minutos. Aos 43, após escanteio batido por Keko pelo lado direito, a bola resvalou em Talles Magno e acabou sobrando limpa para Rafael Vaz. De perna direita, ele acabou fazendo valer a ''lei do ex'' e mandou para o fundo das redes. Um a um.

Na segunda etapa, a atuação cruzmaltina foi ainda melhor, e o 2º gol veio rapidamente. Logo aos 4 minutos, Benítez recebeu de Talles e, da intermediária, chutou para o gol. A bola acabou desviando na zaga do Goiás e encobriu Tadeu, que nada pôde fazer. Dois a um.

Com o placar momentâneo, a decisão da vaga iria para os pênaltis. Porém, não dá para dizer que a partida não teve mais chances de gol.

Aos 11, após mais um cruzamento de Keko, Rafael Moura desviou de cabeça para uma defesaça de Fernando Miguel. Quase o empate do Goiás.

Depois disso, no entanto, foi o Vasco que esteve mais perto de chegar ao terceiro gol do que o Esmeraldino ao segundo. Aos 38, Guilherme Parede, que entrara no lugar de Vinícius, arrancou pelo meio e finalizou à direita de Tadeu, levando muito perigo ao goleiro goiano.

Aos 40, foi a vez de Carlinhos, que substituiu Fellipe Bastos, receber na entrada da área, pelo lado direito, e chutar forte para ótima defesa de Tadeu.

Depois disso, foi só esperar os pênaltis. E aí, brilhou a estrela de Fernando Miguel. Defendendo as cobranças de Rafael Moura e Marcinho, o goleiro vascaíno viu Germán Cano, Benítez e Bruno César marcarem e garantirem a classificação do Cruzmaltino à próxima fase da Copa do Brasil pelo placar de 3x2.

FOTOS (Goiás 1 (2) x (3) 2 Vasco)

Ramon Menezes (Goiás 1 (2) x (3) 2 Vasco)

Fernando Miguel (Goiás 1 (2) x (3) 2 Vasco)

Henrique (Goiás 1 (2) x (3) 2 Vasco)

Martín Benítez (Goiás 1 (2) x (3) 2 Vasco)

Leandro Castan (Goiás 1 (2) x (3) 2 Vasco)

VÍDEO (Goiás 1 (2) x (3) 2 Vasco)

Agora, o Vasco retoma suas atenções novamente ao Campeonato Brasileiro, onde ocupa o 2º lugar na tabela. No próximo sábado (29), o Gigante da Colina enfrenta o Fluminense, no Maracanã, às 19h, pela 6ª rodada da competição.

FICHA TÉCNICA

Goiás 1 (2) x (3) 2 Vasco - Copa do Brasil - 3ª Fase

Data: 26 de agosto de 2020 (quarta-feira)

Horário: 21h30min

Estádio: Hailé Pinheiro (Serrinha) - Goiânia (GO)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Auxiliares: Ricardo Junio de Souza (MG) | Marconi Helbert Vieira (MG)

Público e Renda: Portões fechados

Cartões Amarelos: Fábio Sanches e Rafael Moura (Goiás) | Andrey (Vasco)

Cartões Vermelhos: Não houve

Gols (Tempo Normal): Henrique (Vasco), aos 32 minutos do primeiro tempo (0-1); Rafael Vaz (Goiás), aos 43 minutos do primeiro tempo (1-1); e Martín Benítez (Vasco), aos 4 minutos do segundo tempo (1-2)

Pênaltis: Rafael Vaz e Keko (Goiás) | Germán Cano, Martín Benítez e Bruno César (Vasco) [2-3]

Goiás: Tadeu; Pintado, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Sandro (David Duarte), Gilberto (Ratinho) e Daniel Bessa; Keko, Victor Andrade (Marcinho) e Rafael Moura. Técnico: Thiago Larghi

Vasco: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Ricardo Graça, Leandro Castan e Henrique; Andrey, Fellipe Bastos (Carlinhos) e Martín Benítez; Vinícius (Guilherme Parede), Talles Magno (Bruno César) e Germán Cano. Técnico: Ramon Menezes

Comentários

Mais notícias sobre o jogo