Vasco x Fluminense

Tudo sobre o jogo do Vasco da Gama contra o Fluminense no Mané Garrincha pela Taça Guanabara 2019.

O Vasco manteve os 100% de aproveitamento na Taça Guanabara ao derrotar o Fluminense por 1 a 0, gol marcado por Yago Pikachu, de pênalti, no primeiro tempo, em partida disputada na tarde deste sábado, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.. O resultado fez a equipe cruz-maltina chegar aos 15 pontos ganhos e assegurar a liderança do Grupo B. O Flu ficou na segunda colocação com dez pontos ganhos e sofreu sua primeira derrota na temporada.

A partida foi equilibrada, com os dois times efetuando forte marcação e criando poucas chances de gol. O Vasco começou melhor, mas recuou depois de estabelecer a vantagem, enquanto o Fluminense tentou o empate de todas as formas, inclusive com a escalação de cinco atacantes na metade do segundo tempo, mas faltou criatividade e objetividade para que o Tricolor das Laranjeiras chegasse ao empate.

O jogo – O Vasco começou a partida com uma marcação forte sobre os zagueiros tricolores, atrapalhando a saída de bola da equipe dirigida por Fernando Diniz. O Fluminense demorou a sair do cerco, mas na primeira investida bem organizada quase marcou o primeiro gol. Após cruzamento de Mascarenhas, Bruno Silva subiu mais alto do que os marcadores e cabeceou no travessão. Um minuto depois, Danilo Barcelos puxou a camisa de Bruno Silva dentro da área, mas o árbitro nada marcou, apesar dos protestos dos tricolores.

Depois da parada técnica, o Vasco voltou um pouco mais ofensivo. Aos 23 minutos, Cáceres investiu pela direita e cruzou para área. A bola bateu no braço de Nathan e o árbitro marcou a penalidade a favor da equipe de São Januário. Dois minutos depois , Pikachu bateu no meio do gol, fora do alcance de Rodolfo que se jogou para o lado esquerdo.

Sem outra alternativa, o Fluminense partiu para buscar o empate, adiantando os meias para pressionar a defesa do adversário. Depois de conseguir a vantagem, o Vasco passou a tentar bloquear a intermediária para impedir que o adversário chegasse com muitos jogadores nas proximidades da sua área.

O time dirigido por Fernando Diniz tocava muito a bola, mas não conseguia espaços para penetrar na defesa adversária. O goleiro Fernando Miguel quase não tinha participação no jogo. Só aos 42 minutos é que o Tricolor conseguiu chegar com perigo com finalização de Daniel, após receber de Mascarenhas, mas a bola encobriu o gol defendido por Fernando Miguel.

A resposta cruz-maltina foi imediata. Thiago Galhardo recebeu na intermediária e lançou para a penetração de Pikachu, mas o goleiro Rodofo saiu, de carrinho, e conseguiu aliviar o perigo.

Aos 47 minutos, o Vasco desperdiçou uma chance incrível para ampliar a vantagem. Raul lançou Ribamar que invadiu a área, passou pelo goleiro Rodofo, mas conseguiu se atrapalhar e permitiu que Bruno Silva chegasse para bloquear o chute e desviar para escanteio.

O Fluminense voltou para o segundo tempo com uma formação mais ofensiva. O técnico Fernando Diniz trocou o lateral-direito Ezequiel pelo atacante Marquinhos Calazans.

Aos quatro minutos, depois de receber de Bruno Silva, Calazans lançou Yony González, mas o goleiro Fernando Miguel saiu com precisão e aliviou o perigo. Logo depois foi a vez de Calazans se livrar de dois marcadores e bateu para defesa tranquila de Fernando Miguel.

O Vasco seguia fechado na defesa e apenas os atacantes Marrony e Ribamar se posicionavam mais avançados, para tentar aproveitar os espaços concedidos pela necessidade do adversário de chegar ao gol de empate. A torcida vascaína pedia a entrada de Maxi López e vaiou o técnico Alberto Valentim quando o treinador chamou Yan Sasse para entrar na equipe, na vaga de Yago Pikachu.

Depois da parada técnica, o treinador do Vasco decidiu atender aos pedidos da torcida e chamou o argentino Maxi López para entrar no lugar de Ribamar.

O Fluminense continuava com muitas dificuldades para organizar ações ofensivas em função da rígida marcação efetuada pelo adversário. O time se limitava a efetuar cruzamentos sobre a área, sem qualquer resultado prático. Só aos 26 minutos é que o goleiro Fernando Miguel voltou a aparecer ao defender um chute de Yoni González.

Fernando Diniz decidiu dar mais força ofensiva ao time e colocou o atacante Marcos Paulo na vaga do volante Bruno Silva. Aos 32 minutos, Calazans recebeu na entrada da área e bateu por cima do travessão.

Para tentar das mais fôlego ao ataque, o técnico do Fluminense trocou o meia Daniel por mais um atacante. Mateus Gonçalves entrou para aumentar a força ofensiva do Tricolor. que passou a jogar com cinco jogadores com funções ofensivas, mas foi o Vasco que quase ampliou aos 36, em falta bem cobrada por Danilo Barcelos que tirou tinta da trave defendida por Rodolfo. O técnico Alberto Valentim, por sua vez, tirou o meia Thiago Galhardo e colocou o volante Andrey para reforçar a marcação.

Aos 41 minutos, o Fluminense quase chegou ao empate. Após cruzamento de Mascarenhas, Yony González cabeceou e Fernando Miguel fez grande defesa. A bola sobrou para Luciano que acertou o travessão. Nos minutos finais, o Fluminense aumentou a pressão em busca do gol do empate e quase alcançou o objetivo aos 44, quando Calazans cruzou na área e os atacantes chegaram atrasados para concluir a jogada.

FOTOS (Vasco 1 x 0 Fluminense)

Alberto Valentim (Vasco 1 x 0 Fluminense)

Yago Pikachu (Vasco 1 x 0 Fluminense)

Thiago Galhardo (Vasco 1 x 0 Fluminense)

Raúl Cáceres (Vasco 1 x 0 Fluminense)

Fernando Miguel (Vasco 1 x 0 Fluminense)

VÍDEO (Vasco 1 x 0 Fluminense)

FICHA TÉCNICA:
VASCO 1 X 0 FLUMINENSE

Local: estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data: 2 de fevereiro de 2019, sábado
Horário: 19h (de Brasília)
Público: 15.864 pagantes
Árbitro: Carlos Eduardo Nunes Braga
Assistentes: Lilian da Silva Fernandes Bruno e Andréa Izaura Maffra de Sá
Cartão Amarelo: Yago Pikachu, Maxi López(Vas); Luciano, Everaldo(Flu)
Gol:
VASCO: Yago Pikachu, aos 25 minutos do primeiro tempo

VASCO: Fernando Miguel, Raul Cáceres, Leandro Castán, Werley e Danilo Barcelos; Raúl, Lucas Mineiro, Yago Pikachu(Yan Sasse) e Thiago Galhardo(Andrey); Ribamar(Maxi López) e Marrony
Técnico: Alberto Valentim

FLUMINENSE: Rodolfo, Ezequiel(Marquinhos Calazans), Matheus Ferraz, Nathan Ribeiro e Mascarenhas; Bruno Silva(Marcos Paulo), Caio Henrique e Daniel(Mateus Gonçalves); Everaldo, Luciano e Yony González
Técnico: Fernando Diniz

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários

Mais notícias sobre o jogo