Vasco pode ter parte do valor do patrocínio da Caixa penhorado

O Vasco da Gama pode ter parte do valor do patrocínio com a Caixa penhorado, por ação que corre na Justiça desde 2005.

De acordo com informação do jornalista David Nascimento, do “Lance!”, a croata Natasa Osmokrovic, uma jogadora de vôlei que atuou no Vasco da Gama no início do século, está desde 2005 movendo uma ação na Justiça para receber pagamentos atrasados. Na época, ela conseguiu a algumas penhoras, mas o Clube, que tinha como presidente Eurico Miranda, foi recorrendo e evitando o pagamento.

Em 2017 foi feito um acordo entre as partes, mas logo em seguida descumprido. Agora, a Justiça determinou a penhora de até R$ 1.167.685,72 do contrato do Vasco com a Caixa, o Clube recorreu novamente e pediu assistência judiciária gratuita, mas obteve uma resposta negativa.

Nesta semana, o Vasco entrou com um novo recurso na Justiça, mas que foi negado pela desembargadora, Patrícia Serra Ribeiro, da 10ª Câmara Cível do Trabalho de Justiça do Rio de Janeiro. Com isso, por momento, persiste a penhora dos R$ 1.167.685,72, que será descontado do restante do patrocínio da Caixa que o Clube ainda irá receber.

“Desembargadora Patrícia Serra, da 10a Câmara Cível do Tribunal de Justiça do RJ, negou recurso do Vasco contra penhora de R$ 1.167.685,72 do patrocínio da Caixa, por dívida com a croata Natasa Osmorkrovic, jogadora de vôlei do Vasco no início deste século”, informou o jornalista.

Caso persista a decisão, essa quantia milionária citada pelo jornalista será penhorada do contrato do Vasco com a Caixa, referente às duas últimas parcelas do patrocínio master da empresa com o Gigante da Colina, que gira em torno de R$ 9 milhões, que estão retidos. Nos últimos dias, com parte do dinheiro da venda do atacante Paulinho, o Clube pagou algumas CNDs (Certidão Negativa de Débitos), e espera receber o dinheiro nos próximos dias, muito provavelmente descontado pela penhora.

Leia mais sobre: Notícias Exclusivas

Comentários

Leia também

Copyright © 2010-2018 Vasco Notícias. Todos os direitos reservados. Política de PrivacidadeFale ConoscoSobre nós