Vasco nunca perdeu por quatro gols de diferença na Libertadores

A maior derrota do Vasco da Gama na Libertadores foi contra o Boca Juniors, na Bombonera pelo placar de 3 a 0.

O Vasco encaminhou a classificação para a próxima fase da Libertadores ao golear por 4 a 0 o Universidad de Concepción no jogo de ida. Com a vantagem obtida no Chile, tudo indica que, nesta quarta-feira, o time de Zé Ricardo conquistará a vaga sem dificuldade em São Januário. E o retrospecto do Cruz-Maltino na Libertadores ajuda a reforçar o favoritismo: sua maior derrota na competição foi por 3 a 0 - diante do Boca Juniors, na Bombonera.

Era o jogo de volta das quartas de final de 2001 (os argentinos haviam vencido por 1 a 0 em São Januário). Vale destacar que a partida em Buenos Aires foi somente três dias depois da traumática perda do Campeonato Carioca para o Flamengo - com o famoso gol de falta de Petkovic. O Vasco, que tinha vencido todos os jogos daquela edição da Libertadores até cruzar com o Boca Juniors, foi presa fácil na Bombonera.

Existe ainda outro número positivo: esta é a nona participação do Cruz-Maltino na Libertadores e apenas uma vez o time levou quatro gols em um jogo. Em 1999, por ser o atual campeão, a estreia foi nas oitavas - 1 a 1 com o Palmeiras em São Paulo. Na partida de volta, o Vasco perdeu por 4 a 2 em São Januário. Comandado por Felipão, o Alviverde seguiu avançando no torneio e conquistou o título.

Virtualmente classificado, a tarefa do Vasco na próxima fase não deverá ser tão simples - os bolivianos Jorge Wilstermann e Oriente Petrolero são melhores que o Concepción. A tendência é que a vaga fique com o Wilstermann, que venceu o jogo de ida por 2 a 1 fora de casa.

Leia mais sobre: Vasco x Concepción, Libertadores

Comentários

Leia também

Copyright © 2010-2018 Vasco Notícias. Todos os direitos reservados. Política de PrivacidadeFale ConoscoSobre nós