Torcida promete pressão em semana decisiva para elenco e diretoria

A promessa dos torcedores é de “pressão” durante a semana e cobranças, mesmo que o acesso seja alcançado.

A última semana de trabalho do Vasco em 2016 promete ser tensa. A principal causa para o clima é a incerteza sobre o retorno do Cruz-maltino à elite nacional. De olho nessa pressão sobre o elenco e a diretoria, os dirigentes não definiram onde será a partida contra o Ceará, sábado, às 17h30, com a equipe precisando vencer — sem depender de outros resultados — para retornar à Série A. Os cartolas estão em dúvida entre São Januário ou no Maracanã. Membros do alto escalação do clube defendem a transferência para o Maracanã de olho num maior número de torcedores. O alto custo para atuar no estádio, entretanto, pode pesar contra.

— O presidente (Eurico Miranda) já havia sinalizado sobre essa possibilidade e sabe o quanto vai ser importante a presença do nosso torcedor — disse o técnico Jorginho, após a derrota para o Criciúma, no último sábado.

Os dirigentes temem também pela segurança do atletas e da diretoria em São Januário, caso o Vasco não consiga o acesso. Neste ano, cartolas já se desentenderam com torcedores. Na noite de sábado, cruz-maltinos receberam a delegação, que vinha de Santa Catarina, no Aeroporto do Galeão. A promessa dos que estiveram presentes é de “pressão” durante a semana e cobranças, mesmo que o acesso seja alcançado.

— É até difícil pedir algo ao torcedor nesta situação, mas, neste momento, precisamos muito dele. Preciso frisar que não fugi do pau, da responsabilidade. Tive duas propostas, tenho um compromisso com o Vasco de subir — desabafou o técnico vascaíno.

Leia mais sobre: Vasco x Ceará,

Comentários

Leia também

Copyright © 2010-2017 Vasco Notícias. Todos os direitos reservados. Política de PrivacidadeFale ConoscoSobre nós