Justiça nega recurso contra penhora de 50% da renda do jogo contra a La U

A Justiça negou recurso do Vasco da Gama contra a penhora de 50% da renda da partida contra a La U, em São Januário.

De acordo com informação do jornalista David Nascimento, do “Lance!”, a 24ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, com relatoria da desembargadora Geórgia Lima, negou o recurso do Vasco da Gama contra a penhora de 50% da renda líquida da partida contra a Universidad de Chile, pela Libertadores, em São Januário, que foi de cerca de R$ 500 mil.

“Por unanimidade, a 24a Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio negou recurso do Vasco contra a penhora de 50% da renda líquida do jogo contra a Universidad de Chile, em São Januário, pela Libertadores (cerca R$ 500 mil). A relatoria foi da desembargadora Geórgia Lima”, informou o jornalista.

Seguindo com a informação, o jornalista disse que na mesma ação, só que em primeira instância, na 5ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, a Juíza Mônica Quindere determinou ao Banco Central do Brasil o bloqueio de qualquer crédito vindo do exterior em nome do Gigante da Colina até o valor da execução, sendo que há verbas de Paulinho e Philippe Coutinho.

“Na mesma ação, só que em primeira instância, na 5ª Vara Cível do TJRJ, a juíza Mônica Quindere determinou ao Banco Central do Brasil o bloqueio ‘de qualquer crédito vindo do exterior em nome do Vasco até o valor da execução’ - há verbas de Paulinho e Philippe Coutinho”, concluiu o jornalista.

Ultimamente estão acontecendo várias penhoras e bloqueios de verbas do Vasco, isso devido a dívidas do passado não resolvidas, e que geralmente correm há anos na Justiça. Uma hora ou outra a conta chega, e acaba sendo inevitável. É aprender com o passado para não se repetir no futuro.

Leia mais sobre: Notícias Exclusivas

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »