Expresso da vitória equipe do Vasco

Expresso da vitória do Vasco foi uma época de grandes conquistas com uma equipe, após um longo jejum de títulos vivido pelo o clube.

Vasco: O Expresso da Vitória

O Vasco da Gama passou por uma época de grandes conquistas com uma equipe conhecida como o Expresso da Vitória.

Tudo começou após um longo jejum de títulos vivido pelo o clube, após a conquista da Taça Luís Aranha, em 1940. O primeiro passo foi formar um time quase imbatível que iniciou com a contratação do técnico uruguaio Ondino Vieira, que formou uma equipe com jovens e desconhecidos jogadores, como Augusto, Eli, Danilo, Ademir, Lelé, Isaías e Jair, fazendo a base do Expresso.

Como resultado vieram as conquistas do Torneio Relâmpago em 1944, e em seguida o Torneio Municipal, ambas contra as fortes do Flamengo, Fluminense, Botafogo e América. Com a mesma equipe, o Vasco ganhou dois títulos cariocas invictos, em 1945 e 1947.

A conquista do título carioca de 1947 rendeu ao Vasco um grande legado: O convite para participar do Campeonato Sul-Americano de Campeões, onde enfrentou fortes equipes como o temido River Plate de Di Stéfano, apelidado na Argentina de La Maquina (A Máquina) e favorito ao título, além de Nacional do Uruguai e Colo-Colo do Chile. O Vasco fez bonito; quatro vitórias e um empate. O Vasco jogava com o River Plate pelo empate. Em partida nervosa, com direito a um gol legítimo do Vasco anulado no primeiro tempo e pênalti defendido por Barbosa no final do jogo, o 0 a 0 foi o suficiente para dar ao Vasco o seu maior título no futebol até a conquista da Libertadores em 1998.

Um título marcante para esta equipe foi a conquista invicta do Campeonato Carioca de 1949, sobre o rival Flamengo, com uma goleada de 5 x 2, após estar perdendo por 2 x 0.

Em 1950, uma saga; A seleção brasileira se preparava para seu primeiro título em Copa do Mundo, e na convocação do técnico Flávio Costa, também técnico do Vasco, estavam dentre os 11 titulares, 5 cruzmaltinos. Eram eles: Barbosa, Augusto, Danilo, Chico e Ademir. Foram muitas críticas a Flávio Costa, que foi acusado de favorecer os jogadores do Vasco em detrimento dos demais na escalação da seleção.

A seleção brasileira foi derrotada em pleno Maracanã, pela seleção Uruguaia, no dia 16 de julho de 1950, episódio que ficou conhecido como Maracanaço. O goleiro Barbosa acusado de falhar no gol da derrota, virou bode expiatório do fracasso. Acredita-se que , principalmente pelo fato de ser negro, Barbosa acabou sendo apontando pelo povo e pela crítica como o principal culpado pelo resultado.

Mesmo diante de tantas polêmicas, abatido, o clube ainda conquistou os Campeonatos cariocas de 1950 e 1952, encerrando o período de conquistas, e findando assim o Expresso da Vitória.

Redação vasconoticias.com.br

Veja notícias do Vasco

Comentários

Leia também

Copyright © 2010-2017 Vasco Notícias. Todos os direitos reservados. Política de PrivacidadeFale ConoscoSobre nós