Basquete: David Jackson explica saída, mas ainda espera seguir no Vasco

O ala David Jackson espera receber os salários atrasados até o dia 16 de janeiro para permanecer no Vasco da Gama.

Uma semana após decidir deixar o Vasco, o ala David Jackson falou sobre o assunto e abriu uma brecha para possível continuidade no clube. Em nota oficial divulgada à imprensa, o jogador norte-americano explicou que já são mais de 100 dias de atraso em seus vencimentos e que, de acordo com seu contrato, poderia deixar de treinar e jogar, a partir do quinto dia sem receber. Ainda assim, ele afirma que espera poder receber até o dia 16 de janeiro para que possar seguir atuando pelo Vasco.

- Sem conseguir me reunir com a diretoria para entender as perspectivas, pessoalmente ou por intermédio do meu agente, percebi que não tinha mais condições de fazer o melhor que posso enquanto atleta profissional, infelizmente (...) Espero, sinceramente, que possamos regularizar a situação com brevidade, para que eu possa voltar imediatamente ao trabalho e, juntamente com os meus companheiros, honrar a camisa do Club de Regatas Vasco da Gama - afirmou David Jackson através de sua assessoria.

Nascido em Maryland, Estados Unidos, David Jackson chegou ao Vasco em agosto de 2016 para a disputa do NBB 2016/17. Com passagens anteriores por Flamengo e Limeira, ele fez dez jogos pelo Cruz-maltino na presente temporada, tendo uma média de 14.2 pontos.

Confira a nota oficial na íntegra

Como divulgado pela imprensa na última semana, o Club de Regatas Vasco da Gama passa por dias não muito fáceis e, apesar do esforço da Diretoria, sabe-se que existem problemas salariais. Na quinta-feira, dia 04/01/2018, tivemos a informação de que não havia previsão para a quitação de todas as pendências, o que também foi divulgado pela mídia. Vivo no Brasil para trabalhar, mas sustento minha família nos Estados Unidos e, honestamente, temos sofrido muito com os problemas financeiros e, sobretudo, com as incertezas.

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »