Vasco x Jorge Wilstermann

Tudo sobre o jogo do Vasco da Gama contra o Jorge Wilstermann no Olímpico Pátria pela Libertadores 2018.

Classificado! O Vasco da Gama foi até Sucre, na Bolívia, para enfrentar o Jorge Wilstermann, na noite desta quarta-feira (21/02). O time adversário devolveu o resultado de 4 a 0, construído pelo Gigante da Colina em São Januário, e levou a decisão da vaga na fase de grupos para os pênaltis. A estrela do goleiro Martín Silva brilhou e o uruguaio defendeu três das cobranças da equipe boliviana. Pelo Cruzmaltino, Andrés Ríos, Yago Pikachu e Wellington converteram e confirmaram a última vaga do Grupo 5 da competição, também formado por Cruzeiro, Racing e Universidad de Chile.

O primeiro compromisso pela fase de grupos da competição já está marcado. No dia 13 de março (terça-feira), o Vasco receberá o Universidad de Chile em São Januário, às 21h30 (de Brasília).

O JOGO

Utilizando a altitude como aliada, o Jorge Wilstermann saiu na frente do jogo de volta. Aos cinco minutos de bola rolando, Serginho cobrou escanteio e Zenteno cabeceou: J Wilstermann 1 a 0. Entretanto, o lance foi originado por um erro da arbitragem. Na jogada que originou o escanteio, Paulão efetuou o corte e a redonda bateu por último no atleta da equipe boliviana, caracterizando tiro de meta para o Gigante da Colina. Na sequência, após cruzamento, Pedriel ampliou: J Wilstermann 2 a 0.

Mais tarde, aos 16, os donos da casa voltaram a balançar as redes com Chávez: J Wilstermann 3 a 0. O Vasco respondeu com perigo, com uma bela finalização de Evander de fora da área. Nos minutos finais da primeira etapa, o Cruzmaltino voltou a construir uma boa oportunidade de marcar o seu gol fora de casa. O lateral-esquerdo Henrique tabelou com Evander e chutou com perigo, vendo a bola passar bem perto da meta de Arnaldo Giménez.

Na volta para a segunda etapa, aos 25 minutos, o time do Jorge Wilstermann ampliou o placar. Serginho cruzou e Zenteno concluiu: J Wilstermann 4 a 0. Mais adiante, aos 34 minutos, Rildo foi derrubado por Zenteno na linha da entrada da área, caracterizando penalidade máxima. A arbitragem voltou a falhar na partida e não marcou pênalti para o Cruzmaltino. Com a repetição do resultado feito pelo Vasco na Colina, os bolivianos levaram a decisão da vaga para os pênaltis.

Nas penalidades, a estrela do goleiro Martín Silva brilhou. O Uruguaio defendeu três cobranças dos adversários. Entre os cobradores do Vasco, Andrés Ríos, Yago Pikachu e Wellington converteram.

FOTOS (Jorge Wilstermann 4 x 0 Vasco)

Zé Ricardo (Jorge Wilstermann 4 x 0 Vasco)

Martín Silva (Jorge Wilstermann 4 x 0 Vasco)

Martín e jogadores (Jorge Wilstermann 4 x 0 Vasco)

Paulinho (Jorge Wilstermann 4 x 0 Vasco)

Evander (Jorge Wilstermann 4 x 0 Vasco)

VÍDEO (Jorge Wilstermann 4 x 0 Vasco)

PÊNALTIS (Jorge Wilstermann 2 x 3 Vasco)

FICHA TÉCNICA
JORGE WILSTERMANN 4 (2) X 0 (3) VASCO
Conmebol Libertadores 2018

Local: Olímpico Páteria, Sucre (BOL)
Data: 21 de fevereiro de 2018
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Auxiliares: Alexander Guzman (COL) e Cristian de la Cruz (COL)
Gols: Zenteno (J Wilstermann - 5/1T e 25/2T), Pedriel (J Wilstermann - 10/1T) e Chávez (16/1T)
Cartões amarelos: Martín Silva, Ricardo Graça e Henrique (Vasco) / Alex Silva e Lucas Gaúcho (J Wilstermann)
Cartão vermelho: Thiago Galhardo (Vasco)

VASCO DA GAMA: Martín Silva, Yago Pikachu, Paulão, Ricardo e Henrique; Desábato, Wellington, Wagner (Rildo) e Evander (Thiago Galhardo); Andrés Ríos e Paulinho (Riascos). Técnico: Zé Ricardo.

JORGE WILSTERMANN: Arnaldo Giménez, Meleán, Alex Silva, Zenteno, Aponte e Saucedo (Jorge Ortiz); Cristhian Machado, Pedriel (Lucas Gaúcho) e Cristian Chávez (Melgar); Serginho e Gilbert Álvarez. Técnico: Roberto Mosquera.

Fonte: Site Oficial do Vasco

Comentários

Mais notícias sobre o jogo