Vasco x Botafogo

Tudo sobre o jogo entre Vasco e Botafogo, a segunda final do Campeonato Carioca 2015.

Com certa dose de drama, o Vasco conseguiu encerrar jejum de 12 anos no Campeonato Carioca. O Cruzmaltino venceu o Botafogo neste domingo, no Maracanã, e levou o troféu estadual. A vitória por 2 a 1 foi garantida com gols de Rafael Silva, herói também no primeiro jogo decisivo, e de Gilberto. Diego Jardel fez o gol alvinegro na final.

Sob comando de Doriva, o clube cruzmaltino volta a ser protagonista no estado e confirma reconstrução após retornar à elite do futebol nacional em 2014. O presidente Eurico Miranda, de volta ao clube após seis anos afastado, fica ainda mais em alta com os torcedores do Vasco após o título.

Fases do jogo

A necessidade de ir para jogo deixou o Botafogo mais presente no ataque durante os minutos iniciais do jogo. O Vasco, retraído, se limitava aos chutes para a frente e se concentrava em fechar a defesa, com ajuda de Guiñazu e Serginho. A partir dos 15min, o clássico ficou mais equilibrado. O Cruzmaltino assustou com jogada ensaiada, em que Luan por pouco não completou.

Com a arma do contra-ataque, o Vasco fez o Botafogo parar. Assustado com a velocidade adversária, o time de René Simões perdeu a ofensividade a partir dos 25min e abriu espaço para o Vasco crescer. Aos 45min, o Cruzmaltino chegou ao 1 a 0.

Marcelo Mattos errou na saída de bola. Sem chance de recuperação, o Botafogo viu a bola cair nos pés de Guiñazu. O volante argentino encontrou Rafael Silva, que tocou no canto para vencer o goleiro Renan.

O gol sofrido no final do primeiro tempo teve péssimo efeito para o Botafogo, que foi ao vestiário ainda mais pressionado e voltou a campo com ainda mais dificuldade para se impor. O Vasco passou a administrar a vantagem.

Até os 29min. Guiñazu perdeu bola para Gilberto, que encaixou passe perfeito para Diego Jardel. O meia saiu livre na cara de Martín Silva e tocou rasteiro para empatar em 1 a 1. O clássico, até então morno, ganhou em emoção.

A expulsão do volante Fernandes, porém, diminuiu o poder do Botafogo para pressionar o rival no fim. O Vasco ainda teve tempo de finalizar campanha no Carioca com vitória. Gilberto marcou aos 48min do segundo tempo com chute cruzado e fez a festa da torcida cruzmaltina, em grande maioria no Maracanã.

Melhor: Rafael Silva, do Vasco - Herói dos dois jogos decisivos do Carioca. Longe de ser protagonista no elenco, o atacante conseguiu ter todos os holofotes. Neste domingo, foi certeiro na finalização que abriu o placar da final. Também ajudou na marcação, com muita velocidade.

Pior: Tomas, do Botafogo - Distraído, o meia não esteve bem na organização do meio-campo alvinegro. Tanto é que René não esperou para tirá-lo. No intervalo, Tomas deixou o time.

Chave do jogo: O gol de Rafael Silva deu tranquilidade ao Vasco, que foi ao intervalo em vantagem numérica, mas também psicológica. 

Para lembrar

Em maioria no Maracanã, torcedores vascaínos decidiram acompanhar a partida no setor destinado à torcida do Botafogo. A situação causou confusão antes do início da final, com os alvinegros tentando encontrar intrusos. A polícia começou a agir somente depois de algumas confusões.

O juiz Wagner do Nascimento Magalhães usou a tática de segurar o ímpeto dos atletas através de cartões amarelos. Somente no primeiro tempo da final, foram seis advertências distribuídas.

FOTOS (Botafogo 1 x 2 Vasco)

Doriva (Botafogo 1 x 2 Vasco)

Rafael Silva (Botafogo 1 x 2 Vasco)

Jogadores (Botafogo 1 x 2 Vasco)

Jogadores comemorando (Botafogo 1 x 2 Vasco)

O respeito voltou (Botafogo 1 x 2 Vasco)

Guiñazu levanta a taça (Botafogo 1 x 2 Vasco)

VÍDEO (Botafogo 1 x 2 Vasco)

BOTAFOGO 1 X 2 VASCO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 3 de maio, às 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique e Dibert Pedrosa Moisés
Público e renda: 58.446 (pagantes), 66.156 (presentes) e R$: 3.286.580,00
Gols: Rafael Silva, aos 44min do primeiro tempo, para o Vasco; Diego Jardel, aos 29min do segundo tempo, para o Botafogo, e Gilberto, aos 48min do segundo tempo, para o Vasco
Cartões amarelos: Serginho, Christiano, Dagoberto, Rodrigo e Julio dos Santos (Vasco) e Willian Arão, Diego Giaretta, Fernandes, Renan Fonseca e Marcelo Mattos (Botafogo)
Cartão vermelho: Fernandes (Botafogo)

Botafogo
Renan, Gilberto, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Thiago Carleto; Marcelo Mattos, Willian Arão (Fernandes), Tomas (Diego Jardel) e Luiz Ricardo (Sassá); Rodrigo Pimpão e Bill
Técnico: René Simões

Vasco
Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo e Christiano; Guiñazu, Serginho, Julio dos Santos e Dagoberto (Bernardo); Rafael Silva (Marcinho) e Gilberto
Técnico: Doriva

Fonte: Uol

Comentários

Leia também

Copyright © 2010-2016 Vasco Notícias. Todos os direitos reservados. Política de PrivacidadeFale ConoscoSobre nós